Elba Ramalho

Imagem - 1901328 - Elba Ramalho
Imagem - 1901330 - Elba Ramalho
Imagem - 1901323 - Elba Ramalho
Imagem - 1901316 - Elba Ramalho
Imagem - 1901331 - Elba Ramalho

Confira também : Todas as Músicas Elba Ramalho

Elba Ramalho no seu site

Mostre que você é fã do artista, coloque o link da playlist no seu site. Veja como fazer.

Álbuns mais tocados de Elba Ramalho

Confira também : Todos os CDs Elba Ramalho

Biografia

Elba Ramalho
Elba Maria Nunes Ramalho é uma cantora e atriz brasileira. Vencedora de um prêmio, ainda enquanto atriz, por sua interpretação de "O meu amor" com Marieta Severo em 1978. Wikipédia
Nascimento: 17 de agosto de 1951 (61 anos), Conceição
Álbuns: O Grande Encontro, O Grande Encontro 3, Mais
Filhos: Luã Mattar, Maria Clara Lopes, Maria Paula Ramalho, Maria Esperança Lopes
Cônjuge: Gaetano Lopes (de 1995 a 2008), Maurício Mattar
Filme: Dançando Lambada
Músicas
De Volta Pro Aconchego
1985
Fogo na Mistura
Dona da minha cabeça
2000
O Grande Encontro 3
Frisson
2000
O Grande Encontro 3
Ciranda Da Rosa Vermelha

Ai Que Saudade de Ôce
1993
O Grande Forró de Elba Ramalho
Bate co...

Ler mais

Comentários sobre Elba Ramalho

  • yôko
    -

    Oi, tum, coração pode bater
    Oi, tum, tum, tum, bate, coração
    Que eu morro de amor com muito prazer
    As águas só deságuam para o mar
    Meus olhos vivem cheios d água
    Chorando, molhando meu rosto
    De tanto desgosto me causando mágoas
    Mas meu coração só tem amor, amor!
    Era mesmo pra valer, ê
    Por isso a gente pena sofre e chora coração
    E morre todo dia sem saber

  • yôko
    -

    Bate, bate, bate, coração
    Não ligue, deixe quem quiser falar, ah!
    Porque o que se leva dessa vida, coração
    É o amor que a gente tem pra dar.

  • Estrela
    -

    Estou de volta pro meu aconchego
    Trazendo na mala bastante saudade
    Querendo
    Um sorriso sincero, um abraço,
    Para aliviar meu cansaço
    E toda essa minha vontade

  • Doralice
    -

    demais a letra, que graçaaaaaaaaa

  • yôko
    -

    Estou de volta pro meu aconchego
    Trazendo na mala bastante saudade
    Querendo
    Um sorriso sincero, um abraço,
    Para aliviar meu cansaço
    E toda essa minha vontade

  • thiago
    -

    que musica linda na vois de euba que reggae lindo

  • ricosheti
    -

    "meu coração me leva
    perto demais do seu..."

    lindíssima!!!

  • ed
    -

    AMO ELBA COMO CANTORA.
    ELA CANTA E ENCANTA O POVO DO MUNDO INTEIRO.
    SUCESSO ONDE PASSA, MESMO AGORA EM UMA IDADE AVANÇADA...

  • ed
    -

    LINDA, LINDA LETRA!

  • Cida Lima
    -

    ""Estou de volta pro meu
    aconchego...

    __((A obra mais bonita de DOMINGUINHOS ))

  • Paulowisk
    -

    " Dedo no couro é pandeirada
    Mão no zabumba é zabumbada
    E no triângulo é trianglada
    Dedo no fole é forrózada "

    Forró arretado!

  • Cida Lima
    -

    Discutir o cangaço da natureza!!!

  • Cezar Jr.
    -

    Lindo, etc......

  • Paulowisk
    -

    " Quando eu rio
    Quando eu rio, rio seco, como é seco o sertão
    Meu sorriso é uma fenda escavada no chão
    Quando eu choro
    Quando eu choro, é uma enchente surpreendendo o
    Verão "

    Elba cantando Chico , Maravilhosa !!!

  • aldo
    -

    adoro.... leao do norte

  • aldo
    -

    Eu vi o céu à meia-noite
    Se avermelhando num clarão
    Como incêndio anunciado
    No apocalipse de São João
    Porém não era nada disso
    Era um Curisco, era um Lampião
    Eu vi um risco nos espaços
    Era um revôo do sanhaçu
    Eu vi o dia amanhecendo
    No ronco do maracatu
    Não era lança de São Jorge
    Era o espinho do mandacaru
    Vi um profeta conduzindo
    Nos arraiais as multidões
    Pra construir um chão sagrado
    Com espingardas e facões
    Não foi Moisés na Palestina
    Foi Conselheiro andando nos sertões.
    Eu vi o som na escadaria
    Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó
    Não era o eco das trombetas
    De Josué em Jericó
    Era um fole de oito baixos
    A tocar numa noite de forró
    Vi um magrelo amarelado
    Passando a perna no patrão
    Não foi ninguém da Inglaterra
    Nem de Paris, nem do Japão
    Era Pedro Malazarte
    Era João Grilo e era Cancão
    Eu vi o som ao meio-dia
    No meio do chão do Ceará
    Não era o coro dos Arcanjos
    Nem era a voz de Jeová
    Era uma cascavel armando o bote
    Balançando o maracá
    Vi uma mão fazer o barro
    Um homem forte
    Um homem nu
    Um homem branco como eu
    Um homem preto como tu
    Porém não foi a mão de Deus
    Foi Vitalino de Caruaru

Elba Ramalho