Quando O Mestre Fizer O Convite

Fernandes Lima

Quando o mestre fizer o convite
Para os salvos no reino entrar
Meu amigo, sem dúvida alguma
Entre eles eu quero estar
Já tomei a minha decisão
Vou estar entre os campeões
Decidi que, no céu viverei
Ao lado dos santos, diante do rei


Minha casa mais nova é o céu
Para quem não for pra lá
O destino será cruel


Não tem pra onde correr
Não tem como se esconder
Esse dia vai chegar (ai, ai, ai)
Toda raça, tribo e língua
Diante do grande rei
Seus joelhos vão dobrar e confessar
Os amantes da serpente
No lago de fogo ardente
Vão chorar amargamente (ai, ai, ai, ai)


Mas quem tem as vestes brancas
Vai ouvir do meu jesus: 'vinde, benditos do meu pai”


Eu não posso vacilar
Tenho que me preparar
Buscar a santificação (isso é bom)
Me lavar de corpo e alma
Conservar o meu espírito
Pra morar lá em sião (isso é bom)
Não serão merecimentos, obras e sacrifícios
Que me levarão ao céu
Já quem serve ao deus vivo e reconhece jesus cristo como salvador
Esse não vai pro beleléu