Reinado Da Viola

Lucas Reis E Thácio Cândido

Reinado Da Viola(Letra)

Ouvir moda de viola
E os versos de um cantador
Me coloca noutro mundo
Num plano superior
Relembro velhas historias
Do tempo em que o trovador
Com muita simplicidade
Revelava seu amor
Dizia que o poeta
Nao precisa ser doutor
Minha inpiração vem do alto é presente do senhor


A viola e acantoria
Estao sempre de maos dadas
Seu tinido cristalino
Torna a festa animada
No catira ou no pagode
Caterete ou toada
Nos dias de santo reis
Ou em noite enluarda
No peito do violeiro
Imponente e afinada
Segura a brincadeira ate altas madrugadas


Viola desafinada
Deixa o violeiro magoado
Assim como uma pofia
Me deixa mais inspirado
Fazer ponteio e rima
Com verso improvisado
Embalando a cantoria
Num texto sicronizado
Faz a alegria do povo
Que aplaude entusiasmado
E consagra o violeiro como ser abençoado


Desde os tempos do imperipo
Chegando de portugal
Demarcou seu terirotiro
Num pais colonial
Encantado a quem ouvia
Com puresa sem igual
Majestosa e conhecida
Como obra artesanal
E bordando a poesia
Com toque celestial
Garantiu o seu reinado na terra do carnaval

Reinado Da Viola(Letra)