E você tropeçou
Seu pé entrou na grama
E a lama sujou seu rosto de vergonha

Deixa pra lá

E sua mãe chorou
Mesmo tentando esconder
De você que ela não aguentava aquilo

Finge que o mar tá calmo
Ergue a vela
Vai navegar

Você se viu sozinha
Seu pai dobrou a esquina
E a menina que era você, chorou

Deixa pra lá

E você falhou
Você tentou e não deu
E te inundou uma tristeza azeda

Finge que o mar tá calmo
Ergue a vela
Vai navegar

E a luz apagou
Você ficou com medo
E o segredo que tava guardado fugiu

Deixa pra lá

E você desejou
Se tornar bem naquele instante
Um gigante, um herói bem valente

Finge que o mar tá calmo
Ergue a vela
Vai navegar