Biografia - Projota

Projota "Eu sou muito fã de todo o trabalho do Chorão. Quando mais novo, eu gostava mesmo era de rock. Só mais tarde que comecei a ouvir rap. O Chorão foi uma inspiração pra mim, tanto musicalmente quanto liricamente. Tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente há cerca de duas semanas, por acaso. Conversamos bastante e até recebi um convite para participar de um novo disco que eles estavam produzindo. Foi um choque a notícia do falecimento. Considero que, durante um bom tempo, Chorão foi o grande pensador da música da minha geração. Vai deixar muitas saudades, sem dúvida".

A evolução do Rap Nacional, sempre com respeito e justiça. "FOCO, FORÇA e FÉ.

>>Nova Mixtape do Projota |Ariel Silva|
***Nova Musica do Projota em Andamento pessoal o/**


José Tiago Sabino Pereira, mais conhecido pelo nome artístico Projota (São Paulo, 11 de Abril de 1986) é um rapper, cantor e produtor musical brasileiro. Projota começou a ganhar notoriedade nas batalhas de Mc's, onde venceu quatro vezes a batalha da Santa Cruz e três vezes a Rinha dos Mc's. Como produtor musical Projota produz em geral para seus trabalhos e para amigos.
Em sua estréia Projota lançou um EP intitulado de Carta Aos Meus em 2009, seu segundo trabalho foi a mixtape Projeção lançada em 2010, o seu terceiro trabalho foi o segundo EP de sua carreira Projeção pra Elas lançado em 2011.
Em 2006, Projota ingressou pela primeira vez em uma batalha de MC. Conseguiu vencer por quatro vezes a Batalha do Santa Cruz, três a Rinha dos MC's e chegou a final da Liga dos MC's de 2007, o evento mais tradicional do estilo no país.
Paralelamente a carreira de duelador, Projota trabalhava com A.G. Soares, do Pentágono, um consagrado produtor musical. O rapper fez uma participação no documentário Freestyle: Um Estilo de Vida, onde deu uma entrevista. Entre as principais músicas gravadas por Projota entre 2006 e 2008 estão "O Poeta", "Ela" e "Avoadão".
No ano de 2008, Projota lançou a música e o videoclipe de "Acabou", que rapidamente adquiriu alta popularidade no YouTube alcançando número superior a 400.000 visualizações em dois anos.
Em 2008, ele iniciou a gravação das músicas do seu primeiro EP, que foi lançado em novembro de 2009 sob o título Carta aos Meus. As faixas destacadas do disco são "Rato de quermesse", "O rap em ação" e "Véia", esta última onde ele faz uma referência a sua mãe, que faleceu quando o mesmo tinha 9 anos de idade. Foi feito sem a participação de outro rapper, mas com algumas faixas produzidas por A.G. Soares e DJ Caíque e pelo próprio Projota.
No início de 2010, em parceria com DJ Caíque, Projota lançou na internet um novo som, chamado "Pelo Amor", que alcançou o primeiro lugar no MySpace Brasil. Em setembro de 2010, foi terminado o processo de gravação da sua mixtape, intitulada Projeção. Com 19 faixas, ela traz algumas das músicas de "Carta aos Meus", outras faixas já conhecidas e inéditas. Entre as inéditas, se destacam: "Projeção", "Samurai" e "Chuva de Novembro".
Com o lançamento do web vídeo "Muleque Doido" no final de 2010, Projota anunciou para o início de 2011 o lançamento de um novo EP, chamado Projeção pra Elas, com faixas românticas. "Muleque Doido" atingiu o topo dos trending topics do twitter brasileiro.
Projeção pra Elas foi lançado em 10 de fevereiro de 2011, com nove (9) faixas, entre inéditas e conhecidas como "Guerreira" e a já citada "Muleque Doido".

Projota tornou-se autodidata em aulas de violão aos 12 anos.[3] Foi influenciado pelo rock que seus irmãos mais velhos ouviam, pela música romântica e MPB de sua mãe e pelo sertanejo trazido pelo seu pai. Além disto, recebeu forte influência do samba, que era predominante onde cresceu[4]. Seu primeiro nome artístico foi JT, mas como existiam muitos com tal pseudônimo, resolveu mudar para Projota. O nome Projota é a junção de "pro" = profissionalismo e "Jota", inicial do seu primeiro nome.

Projota entrou definitivamente na cena do rap brasileiro aos 16 anos, quando assistiu ao videoclipe da música "Só Deus Pode me Julgar", do rapper carioca MV Bill. Durante sua adolescência, Projota fez parte de dois grupos de pouca expressão.[3] Um deles, "O Dom da Rima" era formado junto com seu amigo Rashid, onde Projota era conhecido por "Jotatê" e Rashid por "Moska".[4]
Carreira musical

Em 2006, Projota ingressou pela primeira vez em uma batalha de MC. Conseguiu vencer por quatro vezes a Batalha do Santa Cruz, três a Rinha dos MC's e chegou a final da Liga dos MC's de 2007, o evento mais tradicional do estilo no país.[3][5]

Paralelamente a carreira de duelador, Projota trabalhava com A.G. Soares, do Pentágono, um consagrado produtor musical.[3] O rapper fez uma participação no documentário Freestyle: Um Estilo de Vida, onde deu uma entrevista. Entre as principais músicas gravadas por Projota entre 2006 e 2008 estão "O Poeta", "Ela" e "Avoadão".

No ano de 2008, Projota lançou a música e o videoclipe de "Acabou", que rapidamente adquiriu alta popularidade no YouTube alcançando número superior a 400.000 visualizações em dois anos.

Em 2008, ele iniciou a gravação das músicas do seu primeiro EP, que foi lançado em novembro de 2009 sob o título Carta aos Meus. As faixas destacadas do disco são "Rato de quermesse", "O rap em ação" e "Véia", esta última onde ele faz uma referência a sua mãe, que faleceu quando o mesmo tinha 9 anos de idade. Foi feito sem a participação de outro rapper, mas com algumas faixas produzidas por A.G. Soares e DJ Caíque e pelo próprio Projota.[6]

No início de 2010, em parceria com DJ Caíque, Projota lançou na internet um novo som, chamado "Pelo Amor", que alcançou o primeiro lugar no MySpace Brasil. Em setembro de 2010, foi terminado o processo de gravação da sua mixtape, intitulada Projeção. Com 19 faixas, ela traz algumas das músicas de "Carta aos Meus", outras faixas já conhecidas e inéditas. Entre as inéditas, se destacam: "Projeção", "Samurai" e "Chuva de Novembro".[7]

Com o lançamento do web vídeo "Muleque Doido" no final de 2010, Projota anunciou para o início de 2011 o lançamento de um novo EP, chamado Projeção pra Elas, com faixas românticas. "Muleque Doido" atingiu o topo dos trending topics do twitter brasileiro.[8] Projeção pra Elas foi lançado em 10 de fevereiro de 2011, com nove (9) faixas, entre inéditas e conhecidas como "Guerreira" e a já citada "Muleque Doido".[9]

Músicas Projota

Projota