Correndo em busca de emoções
Em alta velocidade
Não sabem o que há em suas vidas
E nem o que virá
A vida se esvala dentro de si
Consumindo-se em sensações
Como a de tantas outras pessoas

De tantos outros corações

Em questão de segundos tudo termina

Um mundo que nem bem começou
E a sede que sentiam pelo viver
De repente se acabou
Sem pensar naqueles que ainda choram
Por não quererem acreditar
Que a vida que estava aqui mesmo agora
Sem razão nunca mais vai voltar

Vejo latas retorcidas
Vejo corpos pelo chão

Frágeis vidas que se foram
Numa pobre ilusão
Vejo imagens no espelho
De amigos acabados
Todos manchados de vermelho
Um sonho despedaçado

Dentro de você havia
Muitos outros sentimentos
Todos eles jogados fora
Pra viver um só momento
Será que não dá pra ouvir
A voz da sua consciência
Não esperar pra saber
Qual vai ser a consequência

A sua alma vai embora
Com tudo o que você tem
Mas alguns ainda insistem
Insistem em morrer também