Samba de raiz

Confira também : Todas as Músicas Samba de raiz

Samba de raiz no seu site

Mostre que você é fã do artista, coloque o link da playlist no seu site. Veja como fazer.

Álbuns mais tocados de Samba de raiz

Confira também : Todos os CDs Samba de raiz

Biografia

Coletanea de 3 vol. com o melhor do samba de raiz...

Você tem ou sabe mais alguma informação sobre este artista?

Clique aqui e compartilhe com todos

Comentários sobre Samba de raiz

  • Flor de Jade
    -

    Jovelina Perola Negra,só poderia ser!!!

  • Doralice
    -

    boaaaaaaaaaaaa

  • Marcio Mendes
    -

    com é bom ter uma cultura como o samba, este é o meu lugar

  • almyrjunior
    -

    Show, moro agora em Uberlândia mas não deixo de ouvir minhas raízes cariocas!!! Espetáculo!!! Zeca, Almir, Fundo de Quintal, Jorge Aragão, Jovelina,e muitos outros......SAUDADES do pagode no quintal de meu tio...Um abraço!!!

  • Celso Cesario
    -

    meus amigos feliz natal pra todos felicidaDES

  • Dany
    -

    amo samba de raiz, essa musica é tudo

  • Dora Rocha
    -

    Cara nao tenho o q dizer so q lembro de minha infancia q foi linda e maravilhosa, quando aprendi tudo o q sei hoje adoro ouvir meus sambas de raiz

  • Gislaine Martins
    -

    como e bom ouvir musicas boas.

  • faser oque é deberça que se qprende a gostar dessas maravilhas lindo samba !!

  • LEGAL

  • Charles Machado
    -

    Parabens Kinha ...

  • Kinha
    -

    Malandro
    Jorge Aragão

    Lá Laiá, Laiá Laiá, Laiá Laiá Laiá!
    Laiá, Laiá, Laiá, Laiá Laiá!
    Eh! Laiá, Laiá, Laiá Laiá Laiá!
    Laiá Laiá Laiá, Laiá Laiá!...

    Malandro!
    Eu ando querendo
    Falar com você
    Você tá sabendo
    Que o Zeca morreu
    Por causa de brigas
    Que teve com a lei...

    Malandro!
    Eu sei que você
    Nem se liga pro fato
    De ser capoeira
    Moleque mulato
    Perdido no mundo
    Morrendo de amor...

    Malandro!
    Sou eu que te falo
    Em nome daquela
    Que na passarela
    É porta estandarte
    E lá na favela
    Tem nome de flôr...

    Malandro!
    Só peço favor
    De que tenhas cuidado
    As coisas não andam
    Tão bem pro teu lado
    Assim você mata
    A Rosinha de dor...

    Lá Laiá, Laiá Laiá, Laiá Laiá Laiá!
    Laiá, Laiá, Laiá, Laiá Laiá!
    Laiá, Laiá, Laiá Laiá Laiá!
    Laiá Laiá Laiá, Laiá Laiá!...

    Malandro!

  • Kinha
    -

    A Batucada dos Nossos Tantãs
    Fundo de Quintal

    Samba, a gente não perde o prazer de cantar
    E fazem de tudo pra silenciar
    A batucada dos nossos tantãs
    No seu ecoar, o samba se refez
    Seu canto se faz reluzir
    Podemos sorrir outra vez

    Samba, eterno delírio do compositor
    Que nasce da alma, sem pele, sem cor
    Com simplicidade, não sendo vulgar
    Fazendo da nossa alegria, seu habitat natural
    O samba floresce do fundo do nosso quintal

    Este samba é pra você
    Que vive a falar, a criticar
    Querendo esnobar, querendo acabar
    Com a nossa cultura popular

    É bonito de se ver
    O samba correr, pro lado de lá
    Fronteira não há, pra nos impedir
    Você não samba mas tem que aplaudir

  • Kinha
    -

    Caxambu
    Almir Guineto

    Olha vamos na dança do Caxambu
    Saravá, jongo, saravá
    Engoma, meu filho que eu quero ver
    Você rodar até o amanhecer
    Engoma, meu filho que eu quero ver
    Você rodar até o amanhecer

    O tambor tá batendo é pra valer
    É na palma da mão que eu quero ver
    O tambor tá batendo é pra valer
    É na palma da mão que eu quero ver

    Dona Celestina me da água pra beber
    Se você não me der água
    Vou falar mal de você
    Deu meia noite. o galo já cantou
    Na igreja bate o sino
    é na dança do jongo que eu vou
    Deu meia noite. o galo já cantou
    Na igreja bate o sino
    é na dança do jongo que eu vou

    Carreiro novo que não sabe carrear
    O carro tomba e o boi fica no lugar
    Carreiro novo que não sabe carrear
    O carro tomba e o boi fica no lugar

    Quem nunca viu vem ver
    Caldeirão sem fundo ferver
    Quem nunca viu vem ver
    Caldeirão sem fundo ferver

    O tambor tá batendo é pra valer
    É na palma da mão que eu quero ver

  • Kinha
    -

    Estrela de Madureira
    Jorge Aragão

    Brilhando
    Num imenso cenário
    Num turbilhão de luz, de luz
    Surge a imagem daquela
    Que o meu samba traduz
    Ah...
    Estrela vai brilhando
    Mil paetês salpicando
    O chão de poesia
    A vedete principal
    Do subúrbio da central foi a pioneira

    E...
    Um trem de luxo parte
    Para exaltar a sua arte
    Que encantou Madureira
    Mesmo com o palco apagado
    Apoteóse é o infinito
    Continua estrela
    Brilhando no céu

  • Kinha
    -

    Insensato Destino
    Almir Guineto

    Oh, insensato destino pra que
    Tanta desilusão no meu viver?
    Eu quero apenas ser feliz
    Ao menos uma vez
    E conseguir o acalanto da paixão.

    Fui desprezado e magoado
    Por alguém que abordou meu coração.
    Fui desprezado e magoado
    Por alguém que abordou meu coração.

    Destino, por que fazes assim?
    Tenha pena de mim!
    Veja bem, não mereço sofrer.
    Quero apenas um dia poder
    Viver num mar de felicidade.
    Com alguém que me ame de verdade.

  • Kinha
    -

    E Eu Não Fui Convidado
    Fundo de Quintal

    Eu não sou culpado meu bem
    Que seu novo amor tem pavor do passado
    Comprei camisa de seda, terno de linho importado
    Dei molho no (meu) cabelo, fiz um pisante invocado
    Mas você se casou e eu não fui convidado

    Vou lhe dizer o que eu acho
    Sem nenhum constrangimento
    Quem tem teto muito baixo
    Não se mete em casamento
    Diga pro seu novo amor
    Essa ele tem que saber
    Quero cinqüenta por cento
    Do investimento que eu fiz em você

    Eu não sou culpado meu bem
    Que seu novo amor tem pavor do passado
    Comprei camisa de seda, terno de linho importado
    Dei molho no (meu) cabelo, fiz um pisante invocado
    Mas você se casou e eu não fui convidado

    Vou lhe contar uma história
    Do meu tempo de garoto
    Quem tem cabra que segure
    Porque o meu bicho tá solto
    Diga pro seu novo amor
    Que ele é um tremendo pastel
    Quero um pedaço do bolo
    Se não vai dar rolo essa lua-de-mel

    Eu não sou culpado meu bem
    Que seu novo amor tem pavor do passado
    Comprei camisa de seda, terno de linho importado
    Dei molho no (meu) cabelo, fiz um pisante invocado
    Mas você se casou e eu não fui convidado

    Vou lhe dizer outra coisa
    Sem ter medo de resposta
    Quem teme águas passadas
    Não nada em rio de costas
    Diga pro seu novo amor
    Que eu não fui e não gostei
    Ninguém vai cortar a fita
    Da obra bonita que eu inaugurei

    Eu não sou culpado meu bem
    Que seu novo amor tem pavor do passado
    Comprei camisa de seda, terno de linho importado
    Dei molho no (meu) cabelo, fiz um pisante invocado
    Mas você se casou e eu não fui convidado

  • Kinha
    -

    Lucidez
    Fundo de Quintal

    Ueraia
    Ueraraue... ueraia...

    Por favor
    Não me olhe assim
    Se não
    For viver só para mim
    Aliás
    Se isto aconteceu
    Tanto faz
    Já me fiz por merecer

    Mas cuidado não vá se entregar
    Nosso caso não pode vazar
    É tão bom se querer
    Sem saber como vai ter..mi..nar
    Onde a lucidez se aninhar

    Pode deixar
    Quando a solidão apertar
    Olhe pro lado
    Olhe pro lado
    Que eu estarei por lá

  • Kinha
    -

    Sorriso Aberto
    Jovelina Pérola Negra

    É
    Foi ruim a beça
    Mas pensei depressa
    Numa solução para a depressão
    Fui ao violão
    Fiz alguns acordes
    Mas pela desordem do meu coração
    Não foi mole não

    Quase que sofri desilusão (bis)

    Tristeza foi assim se aproveitando
    Pra tentar se aproximar
    Ai de mim
    Se não fosse o pandeiro, o ganzá e o tamborim
    Pra ajudar a marcar (o tamborim)

    Logo eu com meu sorriso aberto
    O paraíso perto, pra vida melhorar
    Malandro desse tipo
    Que balança mais não cai
    De qualquer jeito vai
    Ficar bem mais legal
    Pra nivelar
    A vida em alto astral (bis)

  • Kinha
    -

    Conselho
    Almir Guineto

    Deixe de lado esse baixo astral,
    Erga a cabeça enfrente o mal,
    Que agindo assim será vital
    Para o seu coração.
    É que em cada experiência
    Se aprende uma lição.
    Eu já sofri por amar assim,
    Me dediquei, mas foi tudo em vão.

    Pra que se lamentar
    Se em sua vida pode encontrar
    Quem te ame com toda força e ardor?
    Assim sucumbirá a dor (tem que lutar).

    Tem que lutar, não se abater
    E só se entregar a quem te merecer.
    Não estou dando nem vendendo,
    Como o ditado diz.
    O meu conselho é pra te ver feliz.

  • Kinha
    -

    Fora De Ocasião

    Acho que a saudade já te encontrou
    Te disse como estou
    Mais dexa como está
    Quando a solidão desperta o desamor
    Se quer falar de amor
    Não dá

    Acho que a saudade já te encontrou
    Te disse como estou
    Mais dexa como está
    Quando a solidão desperta o desamor
    Se quer falar de amor
    Não dá

    Depois do temporal
    A sol que vai brilhar
    Pode não apagar
    Oque aconteceu
    Quanta escuridão pode tornar em vão
    A luz que acendeu fora de ocasião

    Seu navio quis abandonar meu cais
    Não adianta mais
    Correr atras assim
    Pois o nosso amor
    Já chegou ao fim
    Não venha procurar por mim
    Diz outra vez
    Pois o nosso amor
    Já chegou ao fim
    Não venha procurar por mim

  • jessé pires
    -

    isso qui é samba o resto é resto "!"!"!"!

Samba de raiz