Editar Biografia

Biografia Bruno e Marrone

BrasilGoiania / Goiás / Brasil Começou há 24 anos em 1994
Bruno e Marrone sempre gostaram de cantar e tocar... desde criança eles se apresentavam para as suas famílias e Bruno tocava violão e cantava, enquanto Marrone gostava de acordeon. Mas os dois não faziam isso juntos, afinal, não são irmãos nem primos. Eles foram apresentados pelo cantor Leonardo e depois de uma empatia imediata passaram a se apresentar como dupla. Mas a carreira decolou mesmo após a participação em um programa de rádio ser gravada e “comercializada” por ambulantes. O vozeirão de Bruno estourou com a música “Dormi na Praça” e eles se tornaram um fenômeno sertanejo. Bruno e Marrone já ganharam o Grammy latino e fizeram show para 180 mil pessoas. De 1999 a 2013 foram os artistas que mais tocaram nas rádios.

O encontro perfeito

Mas o começo não é nada fácil. Os pais de Bruno, que na verdade se chama Vinícius, querem que ele tome conta da rede de farmácias da família, no entanto, ele sonha mesmo em ser cantor. Bruno forma então uma dupla com o seu primo Ricardo e eles passam a se apresentar como Vinícius e Ricardo. Mas as coisas não dão certo.

Marrone, que se chama José Roberto, também tenta a carreira de cantor ao lado do irmão Valdir e os dois se apresentam como Régis e Ronaldo (Marrone), mas também não vinga. Marrone continua tentando, faz parte de outras duplas e nada.

No entanto, quando eles menos esperam, o destino resolve soprar a favor e através do cantor Leonardo, que faz dupla com o seu irmão Leandro, os dois se conhecem em 1986. Bruno está sem parceiro e Marrone também está sozinho. Eles se dão bem de cara e resolvem montar a dupla. Os novos amigos começam a ensaiar, mas não curtem o nome Vinícius e Zé Roberto e pensando em algumas possibilidades resolvem apostar em Bruno & Marrone.

Eles trabalham interpretando músicas de artistas na época e a dupla agrada. Durante praticamente 10 anos eles se apresentam em bares e feiras agropecuárias Como geralmente acontece com todas as duplas sertanejas, tudo começa em Goiânia, mas em 1993, eles já são conhecidos em Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins.

E a dupla começa a lançar seus cd’s

Em 1994 eles gravam o primeiro LP que depois é relançado em CD e tem a canção que fez a dupla estourar “Dormi na Praça”, além de "É Nisso Que Dá" e "Como Ficar Sem Você".

Em 1995 vem “Bruno e Marrone Volume 2”, que tem em seu repertório as canções “Favo de Mel”, “Fruto Especial” e “Faz de Conta”. E sem preguiça de tralhar, em 1997 chega às lojas “Acorrentado em você”, que tem a música homônima como grande sucesso, sem falar em “Tá combinado assim” e “Te amo e não te quero”.

Em 1998 eles lançam “Viagem” e os sucessos ficam por conta de “Coração Cowboy”, “Machuca Demais” e “Não Brinque de Amor Comigo”.

Em 1999 é a vez do CD “Cilada de Amor” que tem os singles “Feriado Nacional” e “Vida Vazia” que vão estourar mais pra frente, além de “Só sei te amar” e “Mais uma vez”.

A dupla estoura em todo o Brasil

Em 2000 elas lançam dois discos “Paixão Demais” e “Bruno & Marrone Acústico” , que conquista o Grammy Latino como o primeiro DVD de ouro da história da música sertaneja do Brasil. Lançado pela Abril Music, surge uma gravação pirata de um programa de rádio em que a dupla participou e é comercializado clandestinamente em todo Brasil, fazendo Bruno & Marrone alcançar o sucesso nacionalmente. O primeiro CD é então relançado e vende mais de 500.000 cópias em poucos meses. No repertório estão “Dormi na Praça”, “Vida Vazia, “24 horas de amor” e “Feriado Nacional”.

A consagração

Em 2001 vem o “Acústico ao Vivo” em CD e DVD e não ficam de fora os sucessos “Dormi Na Praça”, “Vida Vazia”, “Programa de Fim De Semana”, “Por um minuto”, “Feriado Nacional” e as inéditas “Amor de Carnaval” e “Um Bom Perdedor”. A voz marcante de Bruno e o carisma da dupla são aclamados pelo público. O CD bate recorde de vendas com mais de 1.800.000 de cópias , garantindo à dupla seu primeiro Disco de Diamante. Esse trabalho foi gravado ao vivo em Acrópole, em Uberlândia (MG) e rende à dupla o Grammy Latino de 2002 na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja. A música “Dormi na Praça” também é premiada como a mais tocada nas rádios em 2001.

Em 2002 a dupla lança “Sonhos, Planos e Fantasias” e recebe o disco de ouro da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD) . O grande destaque é a canção "Ligação Urbana", que sozinha vende 250 mil cópias. Também teve “Credo em Cruz Ave Maria”, “Se Tiver Coragem Joga Fora”, “Então Pode Ir” e “Cama Vazia”.

No mesmo ano sai “Minha vida, minha música” e é indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum Sertanejo de 2003. Com 22 faixas, tem as canções “O Encontro”, “Apaixonado”, “Parabéns pro nosso amor”, “Fio de Cabelo” que foi sucesso na voz de Chitãozinho e Xororó e “Vida Vazia”.

Em 2003 é a vez de “Inevitável” e o repertório inclui sucessos como "Vai Dar Namoro", "Deixa", "Doce Desejo", que teve a participação da cantora de axé Cláudia Leitte, "Inevitável" e "Coração de Pedra". O disco vende 1 milhão de cópias e dá a dupla o seu segundo disco de diamante.

Em 2004 não é diferente e eles lançam “Bruno e Marrone: Ao Vivo” e os sucessos “Se tiver coragem joga fora”, “Trânsito parado”, “Te amar foi ilusão” e “Vai dar namoro” não podem faltar neste trabalho. Também saiu em DVD com as músicas extras “Dormi Na Praça”, “Doce Desejo” e “Uma Noite”.

O sucesso segue de vento em popa
Em 2005 chega às lojas a coletânea musical “Maxximum” . No mesmo ano também é lançado “Meu presente é você” pela RCA / Sony BMG com os singles "Choram as Rosas" música de trabalho e sucesso absoluto, "Quer Casar Comigo", "Por Te Amar Demais", "Por Um Gole a Mais", "Por que Choras?", "Que Pescar Que Nada" e “Cuida do Nosso Amor”, que Bruno compôs com o cantor Zezé di Camargo. Este álbum é o mais vendido em São Paulo durante dois meses. E a canção "Quer Casar Comigo" fez tanto sucesso que três anos depois ela recebeu o disco de ouro pelos 50.000 downloads digitais pagos.

Em 2006 “Sonhos, Amores e Sucessos” é lançado como um box e reúne 4 CDs + 2 DVDs. A coletânea é para comemorar os 20 anos de carreira da dupla e leva disco de ouro pela ABPD.

No mesmo ano sai o CD e DVD “Ao Vivo em Goiânia” e, mais uma vez, é indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum Romântico. Este trabalho também está ligado aos 20 anos da dupla e reúne os principais destaques da carreira, vendendo 200 mil cópias e garantindo o disco duplo de platina.

Em 2007 é a vez do “Acústico 2 Volume 1 e 2”. O primeiro conta com as músicas “Ficar Por Ficar”, “Não Faz Mais Isso Comigo”, “Coisa de Pele” e “Assim Como o Sol”, além de “Nossa Senhora do Brasil” com participação do Padre Marcelo Rossi e “Doideira” com o animadíssimo cantor baiano Durval Lelys. O volume 2 fica com “Lágrimas e Vento”, “Só de Você”, “Borbulhas de Amor” e “Pra não morrer de amor” e as participações de Alexandre Pires na música “Abafa o caso” e de Milionário e José Rico em “Chalana”.

Em 2008 mais um reconhecimento do trabalho da dupla. A canção “Choram as Rosas” recebe disco de Platina da ABPD pelos 100 mil downloads digitais pagos.

De volta às origens
E Bruno e Marrone não param. No ano seguinte eles lançam “De volta aos bares – Ao Vivo” que chega em CD e DVD e é indicado ao Grammy de Melhor Álbum de Música Sertaneja. Gravado no Hangar Estúdios, em São Paulo, eles revivem o início da carreira que começou com apresentando em bares e o cenário lembra esses lugares. O álbum conta com alguns dos principais sucessos da dupla, como "Sou Eu", de Chrystian & Ralf e "Duas Vezes Você", de César e Paulinho, além das inéditas "Amor Não Vai Faltar" "Te Amo Tanto", "Pode Ir Embora", “Cavalgada”, de Roberto Carlos, e o principal sucesso do álbum "Não Tente Me Impedir".

Em 2010 “Sonhando” sai pela Sony Music e é todo gravado em estúdio. Além da música que leva o nome do disco, tem “Chora”, “Viciado Em Seus Beijos” e “Eu Fecho o Bar”. Três anos depois, a canção "Sonhando" recebe o disco de ouro pelos 50.000 downloads digitais.

Um ano tumultuado

Em 2011 “Juras de Amor” chega às lojas com os singles de sucesso “To largado” e “Proposta Indecente”.

Neste mesmo ano, a dupla resolve fazer uma pausa para Marrone fazer um tratamento psicológico. Muito abalado, Marrone estava no helicóptero que caiu e o piloto teve parte da perna esquerda amputada e um dos braços quebrados. O outro acompanhante, seu primo e secretário, teve traumatismo craniano. Enquanto ele se cuida, Bruno honra a agenda da dupla e faz os shows sozinho.

Boas notícias
Em 2012 vem o CD e DVD “Pela Porta da Frente”, que ganha disco de ouro com mais de 25 mil cópias de DVD vendidos. Neste trabalho eles contaram com as participações do carismático cantor Michel Teló em “Sem compromisso (tchatchara)” e de outra dupla de sucesso Jorge & Mateus em “Pela Porta da Frente”.

E dois anos depois, é a vez do álbum “Agora” que é composto por um CD duplo e um DVD com diversos sucessos da música nacional, como “Evidências" (Chitãozinho e Xororó), “Oceano" (Djavan), “Garçom" (Reginaldo Rossi), “Deixa Acontecer” (Revelação), “Quando a chuva passar” (Ivete Sangalo), “Primeiros Erros” (Paralamas do Sucesso) e a inédita “Vou Te Amarrar Na Minha Cama”, que é destaque absoluto. No total o DVD oferece 23 faixas.

E com quase 30 anos de parceria e de sucessos, o relacionamento da dupla tem altos e baixos. Há quem aposte que a dupla anda meio abalada. A assessoria desmente e a gente torce pra ela ter razão! Afinal, Bruno e Marrone são sucesso de norte a sul do país.

Integrantes: Bruno e Marrone

Inserir/Editar
    Foto do Álbum