Trânsito Parado (Letra)
Compositor: inserir
Dentro do meu carro, trânsito parado
Ela veio do meu lado e também parou
Parecia um sonho, ver aquele anjo
Coisa de cinema, fenomenal
Abaixei o vidro, perguntei seu nome
Ela sorriu, quando ia me dizer
O sinal abriu, então quase entrei na contramão
Eu fiquei, não alcancei, agora eu não sei

Eu não sei seu nome, nem seu telefone
Feito cena de cinema, foi um sonho e acabou
Estou na avenida, sonhando acordado
Ainda estou parado, onde a gente se encontrou

Dentro do meu carro, trânsito parado
Ela veio do meu lado e também parou
Parecia um sonho, ver aquele anjo
Coisa de cinema, fenomenal
Abaixei o vidro, perguntei seu nome
Ela sorriu, quando ia me dizer
O sinal abriu, então quase entrei na contramão
Eu fiquei, não alcancei, agora eu não sei

Eu não sei seu nome, nem seu telefone
Feito cena de cinema, foi um sonho e acabou
Estou na avenida, sonhando acordado
Ainda estou parado, onde a gente se encontrou

Eu não sei seu nome, nem seu telefone
Feito cena de cinema, foi um sonho e acabou
Estou na avenida, sonhando acordado
Ainda estou parado, onde a gente se encontrou

Eu não sei seu nome, nem seu telefone
Feito cena de cinema, foi um sonho e acabou
Estou na avenida, sonhando acordado
Ainda estou parado, onde a gente se encontrou...
Informações

da Música (Trânsito Parado)

Editar Informações

Comentários Trânsito Parado

  • Comentar

    Álbuns com a música: Trânsito Parado

    • Trânsito Parado - Inevitável
      Foto do Álbum