Editar Biografia

Biografia Bruno Mars

Ele não é alto (mede apenas 1,65m) e nem uma unanimidade no quesito beleza, mas Bruno Mars é sinônimo de swing e sedução. Filho de uma dançarina de hula-hula com um percussionista, o talento do cantor só poderia estar em cima dos palcos. Ele, que também é compositor e produtor musical, canta músicas com ritmos que passam pelo hip hop, rap, reggae, rock e rhythm and blues e a cada disco novo, suas canções ficam sempre no topo das paradas. Ele já chegou a ser comparado ao rei do pop Michael Jackson por ser muito versátil e teve o seu talento reconhecido com prêmios e a venda de mais de 11 milhões de álbuns em todo o mundo.

Cantoria desde criança

Bruno, que na verdade se chama Peter Gene Hernandez, nasceu em 8 de outubro de 1985, em Honolulu, no Havaí. Seu pai, Pete Hernandez, é de Porto Rico, mas ele morou no Brooklyn (EUA) e depois fixou residência no Havaí. Já a sua mãe, Bernardete, nasceu nas Filipinas, mas foi de mala e cuia para o Havaí ainda criança. E Bruno, apesar de ter nascido no Havaí, após terminar o ensino médio se mudou para Los Angeles (EUA). O pai o apelidou de Bruno em homenagem ao lutador Bruno Sammartino.

Desde pequeno a música está presente no seu dia a dia. É que seu pai trabalha no show business e sua mãe é dançarina de hula-hula, portanto, o casal se conhece durante um show em que ele está tocando percussão, todo vestido com roupas chamativas e ela, dançando.

Ainda pequenino, Bruno se apresenta com a família, na banda Love Notes. O tio é guitarrista, o pai é percussionista, o irmão é baterista e todo mundo canta. Ele fica assistindo fitas de vídeo de Elvis Presley, James Brown e Michael Jackson e aí imita os seus ídolos. Aliás, a banda faz sucesso tocando covers. Além disso, o seu pai tem outros empreendimentos, como um salão de tatuagens temporárias e lojas de suvenires.

Bruno faz suas imitações tão bem que aos 4 anos faz uma participação como “mini” Elvis Presley no filme “Lua de Mel em Las Vegas” e chega até a dar entrevista.

No entanto, aos 11 anos tudo acaba, a banda, o casamento dos pais e os empreendimentos também falem. Isso faz cair muito o padrão de vida da família e Bruno e seu pai vão morar em uma favela do Havaí. Claro que passar por isso não é nada fácil, mas segundo Bruno o fez a dar mais valor ao que ele conquistou hoje.

Mars tem quatro irmãs que cantam juntas no grupo The Lylas, e um irmão que toca bateria na banda de Bruno.

A volta por cima

Pai e filho então começam a tentar uma recolocação. Pete monta uma nova banda onde Mars canta e também faz a abertura dos shows do pai com a própria banda, a School Boy’s, que é bem parecida com o N’Sync.

Bruno também abre shows de mágicas, participando de um show de imitadores, interpretando o cantor Michael Jackson e faz isso muito bem. Esses trabalhos vão aumentando a renda dos dois e algum tempo depois, eles se mudam para Los Angeles.

Chegando nos Estados Unidos, ele assina contrato com a gravadora Motown, mas a carreira não decola. No entanto, ele conhece Philip Lawrence e eles começaram a compor. Mars encerra o seu contrato e assina com a Atlantic e Elektra Records, onde conhece Ari Levine, e os três formam o The Smeezingtons, grupo de produção e composição de diversas músicas.

Entre as melhores produções estão “Nothin on You” que eles fazem para o rapper americano B.O.B e “Billionaire” para Travie MC Coy, e as duas estouraram e têm Mars cantando o refrão. Ele também “empresta” o seu talento para "Right Round", do rapper Flo Rida que tem participação de Kesha. Os três também criam "Wavin' Flag" para o cantor somali K'naan e "Fuck You!" para Cee Lo Green. Entre outras participações, Bruno se oferece para dar apoio vocal no álbum “Sweet 7” e também canta na faixa "3D" da banda Far East Movement.

O cantor entra em cena

Mars então lança o seu primeiro EP chamado ”It's Better If You Don't Understand” com o single "The Other Side", que tem participações de Cee Lo Green e B.O.B.

Já que as músicas que ele participa estão fazendo sucesso, eles começam a produzir o primeiro álbum e em 2010 chega às lojas "Doo-Wops & Hooligans", que fica entre os discos mais ouvidos em diversos países, como Brasil, França e Canadá. Os singles de sucesso ficam por conta de "Just the Way You are", “The Lazy Song”, “Marry You”, “Count on Me” e "Grenade", que fica em 1° lugar em 15 países. O trabalho ganha disco de platina e vende mais de 1 milhão de cópias só nos Estados Unidos.

O clipe da música "Just the Way You Are" conta com a belíssima atriz peruana-australiana Nathalie Kelley. Já o clipe da canção “The Lazy Song”, em que ele faz uma coreografia ao lado de pessoas com máscaras de macacos, tem mais de 600 milhões de visualizações.

Para divulgar ainda mais o seu trabalho, o cantor sai em turnê com The Doo-Wops & Hooligans Tour e passa pela América do Norte, Europa, Ásia, Oceânia, América Central e Caraíbas e termina suas apresentações no Brasil, com um show em Florianópolis. Ele também sai com a turnê Hand All Over Tour da banda americana Maroon 5 e junta-se a McCoy em apresentações pela Europa.

Em 2011, o artista ganha Grammy Award, na categoria Melhor Performance Pop Vocal Masculina, mas também é indicado a "Álbum do Ano" e "Melhor Álbum Pop Vocal" por Doo-Wops & Hooligans, "Gravação do Ano", "Canção do Ano" e "Melhor Performance Solo Pop" por "Grenade", e "Produtor Não-Clássico do Ano". Ele também recebe onze indicações ao Billboard Music Awards, sendo cinco pela canção "Just The Way You Are". Ele também ganha como “Melhor Vídeo Masculino” no prêmio MTV Video Music Awards Japan.

Neste mesmo ano ele já tinha cantado a canção "Runaway Baby" no reality show britânico de grande sucesso mundial The X Factor.

No ano seguinte, Mars se arrisca em outro território e participa da série de animação The Cleveland Show junto com os cantores Kanye West e Nicki Minaj, onde interpretam eles mesmos.

Ainda em 2012, ele lança o seu segundo álbum, chamado ”Unorthodox Jukebox” onde mistura vários estilos musicais. Entre os hits que se destacaram estão “Locked Out of Heaven”, “When I Was Your Man”, “Young Girls” e “Treasure” e “Gorilla”. Em uma versão exclusiva tem a faixa “Old & Crazy” com a participação da cantora Esperanza Spalding.

A canção “When I Was Your Man” é indicada ao Grammy Awards na categoria de melhor performance pop solo.

Ainda em 2012, Mars se apresenta no Saturday Night Live durante o Victoria's Secret Fashion Show e ele também é a atração principal do Super Bowl XLVIII, que teve maior audiência de 115,3 milhões de espectadores.

De 2013 a 2014, Mars sai em turnê com “Moonshine Jungle Tour” para divulgar o álbum “Unorthodox Jukebox” com mais de 150 apresentações.

Surpresas do dia a dia

Há alguns anos, Bruno foi pego com 2,6 g de cocaína em Las Vegas. Ele pagou uma bela multa, fez 230 horas de trabalho comunitário com crianças e outros locais relacionados a saúde e concluiu um curso sobre o uso de drogas. Desde então, ele tem um comportamento exemplar para não ser preso.

Em 2013, ele teve uma surpresa nada agradável. Sua mãe faleceu após sofrer um aneurisma cerebral. Ela tinha 55 anos e continuava morando no Havaí. Bernardete foi levada para um hospital em Honolulu e não resistiu. Passar por isso, fez Bruno querer ajudar instituições que cuidam de crianças que tiveram aneurisma cerebral.

I Love Brasil

Bruno esteve em São Paulo em 2012 e ficou encantando com as brasileiras. Ele diz que fomos muito calorosos e que as fãs mais assanhadas jogaram sutiãs no palco, uma coisa que ele nunca tinha visto. Durante o seu show, as pessoas começaram a cantar uma versão em inglês de Ai, se eu te Pego, do Michel Teló e isso fez com que se interessasse pelo cantor. Bruno também curte Gilberto Gil e Bebel Gilberto.

Um pouquinho mais sobre Bruno Mars

* Seu maior sonho era tocar com Jimi Hendrix. Para Bruno, ele é o melhor guitarrista do mundo e gostaria muito de vê-lo se apresentando. Ele foi a sua maior inspiração para tocar guitarra.

* Bruno tem mania de colocar nomes de gente em seus cachorros. Uma delas se chama Lisa.

* O gato sente falta do Havaí. Em sua entrevista ele disse que lá as pessoas são felizes, simplesmente vivem a vida.

* Bruno e sua banda usam roupas da luxuosa marca Gucci.

* O cantor decidiu morar no reduto das celebridades e comprou uma mansão em Los Angeles (EUA) por R$ 16,9 milhões. A casa tem sete quartos, oito banheiro, sauna, piscina, playground e garagem para 12 carros.
    Foto do Álbum