Um Engolindo o Outro

Add
Um Engolindo o Outro (Letra)
Compositor: inserir
Segunda-feira é do chão
Nem bem chegou, já vai
Um pra engolir o outro
Defender quem? Eu não sei, não...

E os outros brotam do chão
Sem mais nenhum disfarce
Um engolindo o outro
Cruzando a pista, é contramão...

Pra uns é só pirraça,
Pra outros é obrigação
Ao recuar do soco,
O atingem, um milhão de mãos

De alguns cortaram asas
De mim, cortaram o coração
É que eu te vejo tão só...

O cemitério é praça
Tanta esperança num sermão
Que é falso e os deixa roucos
Como se loucos num caixão

Pra promover desgraça
Que é festa pra vender paixão
Um engolindo o outro
Com apetite de leão

Com a boca a salivar
Vendendo sopa de ilusão
Hipocrisia? É pouco...
Alguém vem fechar o portão

De alguns cortaram asas
De mim, cortaram o coração
É que eu te vejo tão só...

Agarram o réu na raça
Que ofega entre o milhão de mãos
Da multidão sem rosto,
Quem chutar mais é campeão

De alguns cortaram asas
De mim, cortaram o coração
É que eu te vejo tão só...
Informações

da Música (Um Engolindo o Outro)

Editar Informações

Comentários Um Engolindo o Outro

  • Comentar
      Foto do Álbum