Dia a dia (Letra)
Compositor: inserir
Não é mole não
Acordar segunda-feira
Pra tentar ganhar o pão
Não é mole não
Às cinco horas começa o relógio a tocar, tocar
E as crianças começam a me preocupar
Olha o leite, olha o pão
Olha o arroz, olha o feijão
Olha a hora, se você demora
O trem pode passar
Nessa vida indefinida
Não consigo me encontrar
Eu só quero uma vida melhor
Pra poder descansar

É pau puro, minha gente
A vida do trabalhador
Osso duro no presente
Futuro não tem não senhor

Não é mole não... etc
Lá no subúrbio a gente costuma passar, passar
Certos apertos que é triste até de comentar
Tanta fila, confusão
Quase sempre sinto a mão
Futucando meu bolso vazio
Tentando arrumar
Nessa vida indefinida
Não consigo me encontrar
Desse jeito não existe cristão
Que possa suportar

É pau puro, minha gente... etc

Informações

da Música (Dia a dia)

Editar Informações

Comentários Dia a dia

  • Comentar

    Álbuns com a música: Dia a dia

    • Dia a dia - Brasil Mestiço
      Foto do Álbum