Viola de penedo (Letra)
Compositor: inserir
(Refrão):
Lingo, lingo, lingo, lingo,
A viola de penedo
Toca ponteado.
Bongo, bongo, bongo, bongo,
É zabumba a noite toda
No coco rodado.

Zeca Tumé de Porto Calvo,(roda ê, roda)
Num coco em jaboatão, (roda ê, roda)
Fez todo mundo dar risada
Na primeira umbigada
Que levou e sentou no chão.

(Refrão)

Coco que tem mulé bonita, (roda ê, roda)
A noite passa e ninguém sente, (roda ê, roda)
Entrou na roda, fica preso
E tudo que é home aceso
Dando umbigada na gente.

(Refrão)

A fazer coisa que eu não gosto, (roda ê, roda)
Prefiro ir preso e passar fome, (roda ê, roda)
Morro dizendo que não quero,
Não aceito e não tolero
Dança de home com home.

(Refrão)

Cabra enxerido eu dou cachaça
E finjo que bebo com ele.
Se ele fica bebo e dorme,
Não tem talvez nem conforme,
Vão rodar com a mulé dele.

Informações

da Música (Viola de penedo)

Editar Informações

Comentários Viola de penedo

  • Comentar

    Álbuns com a música: Viola de penedo

    • Viola de penedo - Brasil Mestiço
      Foto do Álbum