Zambele (Letra)
Compositor: inserir
Ô Zambelê, pomba branca voou, caiu n'areia. (2X)
Água clara molhou mas secou na lua cheia.
Ja vi coisas neste mundo que não deu no meu olhar.
Mas eu tenho o peito fundo, quero é tempo pra contar,
pra contar.
Vou contar pra quem não sabe, que o passado nunca
encerra.
A maior distância cabe em sete palmos de terra, de
terra.
A saudade quando cansa, de ficar presa na mão, vira a
dor de uma esperança, que não dá no coração, coração.
Ô Zambelê, Zambelê partiu pensando no caminho de
voltar.
Mas o mundo foi rodando, e parou noutro lugar, lugar.
Veio o dia, veio a noite, a luz do sol virou luar, e
nos olhos de Maria a tristeza foi rezar, rezar.
Maria na beira da praia, viu a saudade chegar, o mar
molhando a saia, os olhos molhando o mar, o mar, o
mar, o mar, o mar, o mar, o mar, o mar, o mar.
Ô Zambelê, pomba branca voou, caiu n'areia. (2X)
Água clara molhou mas secou na lua cheia.
Informações

da Música (Zambele)

Editar Informações

Comentários Zambele

  • Comentar
      Foto do Álbum