Popular (Letra)
Compositor: inserir
Na boléia de um caminhão
Onde estiver a multidão
Onde o seu coração chamar
Seja um teatro, seja um bar

Tenho o prazer de te atender
Se alguém pedir pra eu cantar
Uma do Pavarotti e outra do Altemar
É, eu sou um simples porta-voz

Da emoção que existe em nós
Feliz de quem já aprendeu
Que a voz do povo é a voz de Deus
E quem sou eu pra discordar

Eu tenho é mais que declarar
Como é gostoso ser um cantor popular
É popular
Um samba de Antenor

Ave-Maria de Gound
Um bom forró pra dançar
É popular
Um pagodeiro de moral

Pedir Sebastian Bach
No enlace matrimonial
É popular
Entrar na Igreja e rezar

Depois bater pra oiá
E se acabar no carnaval
É popular
Xingara mãe do seu juiz

Meter o pau no meu país
Isso é um jesto impopular
Cara que é bom de cabeça
Não tem preconceito é popular

É tremendamente pupular
Um carioca de paixão
Nascido em qualquer lugar
Mas que é daqui de coração

Invoque São Sebastião
E a proteção dos Orixás
Pro Rio de Janeiro desaguar em paz
É cerveja no congelador

O whisky no ninho de amor
Cachaça antes de jantar
Maracanã, banho de mar
Subúrbio, Cristo redentor

Angu, churrasco guaraná
Jogar conversa fora
Isso é popular
É popular

Ouvir o Roberto cantar
Romper na bateria do mar
E de tanto o ano saudar
É popular

Zico e Pelé relembrar
Uma pelada jogar
É São João festejar
Informações

da Música (Popular)

Editar Informações

Comentários Popular

  • Comentar
      Foto do Álbum