Editar Biografia

Biografia Exaltasamba

BrasilSao Bernardo Do Campo / São Paulo / Brasil Começou há 34 anos em 1986
Terminou há 8 anos em 2012
Tudo começou no ABC Paulista e o Exaltasamba, um dos maiores grupos de samba e pagode, atraiu uma legião de fãs pelo Brasil inteiro. Responsáveis pelos sucessos “Telegrama”, “Valeu” e “Tá vendo aquela lua” eles venderam mais de 10 milhões de discos com suas melodias românticas e animadas. O grupo, que já teve Chrigor no vocal, era formado por Péricles, Thiaguinho, Pinha, Thell e Brilhantina e anunciaram o fim da banda em 2012 no programa Domingão do Faustão.

Nasce o Exaltasamba

Em 1986 em São Bernardo do Campo (SP) um grupo de amigos, o Exaltasamba, começa a tocar nos bares do ABC Paulista e agrada a quem vai assistir. Em 1992 a carreira da banda começa a decolar e eles lançam o primeiro CD, o “Eterno Amanhecer” e a música de trabalho é “Quero sentir de novo”. “Cartilha do Amor”, “Por um amor tão lindo” e “Eterno Amanhecer” fazem parte do álbum.

Um ano depois, entra no grupo o vocalista Chrigor e em 1994 chega às lojas o segundo disco “Encanto” . A música “24 horas de Amor” se torna hit, mas o CD ainda tem “Gandaia, “Pura Ilusão”, “Só Você” e “Faces do Amor”. O sucesso é tanto que chama a atenção de empresários e gravadoras. O grupo começa a ir a programas de TV e seus singles invadem as rádios de todo o Brasil.

Em 1996 eles estouram e o disco “Luz do Desejo” lançado pela EMI Music com as músicas “Telegrama”, “Luz do Desejo” e “É você” são sucessos absolutos e o disco vende 750 mil cópias.

Com o quarto álbum “Desliga e vem” não é diferente. Ele bate a marca de 1 milhão de cópias em menos de seis meses. Além da música que dá nome do trabalho e é sucesso absoluto, “Dez a um”, “Alma Gêmea”, “Amor e Amizade”, “Sem o Teu Calor” e “Volta Comigo” também caem no gosto popular.

O grupo segue desfrutando do bom momento e agora vem com “Cartão Postal”. A venda aumenta ainda mais e eles atingem 1 milhão e 250 mil cópias. A música “Eu me apaixonei pela pessoa errada” é a mais tocada nas rádios do Brasil. “Cartão Postal” também chega ao primeiro lugar das paradas de sucesso. “Carona do Amor”, “Vem Pra Ficar Comigo” e “Ela Entrou na Dança” são mais algumas canções que constam neste trabalho.

Logo em seguida vem o disco “Mais Uma Vez” e o Brasil canta junto a canção “Quem É Você?”, “O Samba Impera”, “Eu quero te amar” e “Eu e você sempre”, música que eles ganharam do mito do samba, o talentosíssimo Jorge Aragão e algum tempo tempo depois vira tema do filme “Qualquer Gato Vira-lata”.

Lá vem participação especial

Em 2001 com o título “Bons Momentos”, Exalta agora desfruta da participação de grande nomes em seu álbum. Zeca Pagodinho na faixa “Choro de Alegria” e Dominguinhos em “Aonde você for”. “Diz pra mim”, “Bons Momentos”, e “Nasci para te amar” complementam o álbum.

No ano seguinte, o grupo lança seu primeiro CD “Ao Vivo” que foi gravado em uma casa de show no Rio de Janeiro e reúne alguns sucessos da banda, entre eles "Espere por mim morena", do Gonzaguinha, "24 horas de amor", "Telegrama" e "Pra não pensar em você" (antigo sucesso de Zezé de Camargo e Luciano) e ainda as inéditas "40 graus de amor", "Como nunca amei ninguém", entre outras. Ao todo são 27 singles e a seleção é feita com a ajuda dos fãs da banda através de cartas e e-mail em que eles listavam as 20 favoritas.

Troca de vocalistas

No auge do sucesso, em 2002 Chrigor deixa o grupo e alega estar com depressão devido a morte de seu pai. Segundo ele, mesmo com todo o dinheiro que ele tinha não foi possível curá-lo. Depois de dois anos, ele volta em carreira solo e com menos shows consegue dar mais atenção para a mulher e os três filhos.

Quem assume o vocal é Thiaguinho, um dos participantes do programa Fama, um reality show feito pela Rede Globo para descobrir novos talentos da música (hoje ele segue em carreira solo). Ele dá um novo frescor a banda e mesmo sendo bem novinho assume o vocal ao lado de Péricles e os fãs do Exalta o acolhem muito bem. Muito simpático e cheio de ginga, em 2003 eles lançam “Alegrando a Massa”, que tem os sucessos “Como nunca amei ninguém”, “Deixa rolar”, “Samba Alegria” e “É Demais”.

É vida que segue

Em 2005 eles lançam o trabalho “Esquema Novo” e os destaques ficam por conta do “Em qualquer lugar”, “Meu Esquema”, “Que saudade” e “Amor dos Anjos”. “Já Tentei” foi a primeira música de trabalho na voz de Thiaguinho, que também assina a autoria de quatro faixas desse disco.

Em 2006, Péricles, Pinha, Thell, Izaias, Brilhantina e Thiaguinho colocam nas lojas o CD e primeiro DVD “Todos os sambas ao vivo” que reúne os melhores sucessos da banda, relembrando os 20 anos desde a formação. O disco também tem as inéditas “Faz Falta” e “Acaba Tudo bem”.

Agora eles lançam “Livre para Voar” que tem de volta a participação de Chrigor na música “Me apaixonei pela pessoa errada”, além de Alcione em “É demais” e Jorge Aragão em “Eu e você sempre!, além das músicas “Livre para Voar” e “Como Nunca Amei Ninguém”, as duas ao vivo. “Gamei”, “Estrela” e “Cartão Postal” também fazem parte desse trabalho.

Uma sequência de ao vivo

E como Exaltasamba é sinônimo de trabalho, no ano seguinte, vem o CD e DVD “Ao Vivo Pagode do Exalta” e o principal hit é “Livre pra Voar” com mais de 50 mil downloads pagos. Tem ainda “Mega Star”, “Preciso Desabafar”, “Anjo Meu” e “É Você”.

Pouco tempo depois chega às lojas “Ao Vivo na Ilha da Magia”, gravado na deliciosa Florianópolis, em Santa Catarina. O single de sucesso é “Valeu”, mas o trabalho tem “Se Liga”, “Segura Onda”, “Calma Amor”, e “Fui”. Esse disco é premiado com Disco de Ouro e em 2011 sai versão em DVD.

Em seguida, eles lançam “Roda de Samba do Exalta”, que tem a participação de Rodriguinho nas músicas “Palavra de amigo” e “Cabeça Dura”, do Harmonia do Samba em “Oceano” e Fundo de Quintal e “Nova Esperança”, entre outras músicas como “Choro de alegria”, “Eu e você sempre” e “É demais”.

Já em 2010 sai o CD, DVD e também Blue-ray “Exaltasamba – 25 anos ao Vivo” gravado no Estádio Parque Antártica - hoje chamado de Arena Palestra - Allianz Parque - com 38 mil pessoas. Além do sucesso “Tá vendo aquela lua”, o show conta com diversas participações especiais, como MC Catra na faixa "A gente faz a festa", Chitãozinho e Xororó em "Minha razão", Rodriguinho em "Pare de falar tanta besteira", padre Reginaldo Manzotti em "Uma carta para Deus" e da atriz Mariana Rios em "Viver sem ti". Este disco é lançado pela Radar Records e ganha o Prêmio Multishow de Música Brasileirapor voto popular, na categoriaMelhor Grupo. Ele também chegou ao número um no Top 20 da ABPD (Associação Brasileira de Produtores de Disco).

Neste ano eles ainda participam do Especial de fim de ano do cantor Roberto Carlos cantando a música “O Rei da Beija Flor”, samba feito em homenagem ao Rei. E também participaram do disco “Disney Adventures in Sampa” com a música “O que eu quero mais é ser rei”.

O grupo lança agora “Tá vendo aquela lua” que tem alguns remix, a música “Bem que se Quis”, da Marisa Monte e uma versão Black de “Livre para voar (quando a gente se encontrar)”, além de "O Troco" com participação de Maria Cecília & Rodolfo.

O fim da banda

Em junho de 2011, Péricles, Thiaguinho, Pinha, Thell e Brilhantina anunciam o Exalta vai parar. Embora a banda diga que vai fazer uma pausa para cuidar de projetos pessoais, especula-se que os integrantes já não se entendiam mais. Mas nem tudo está perdido e quem gosta das vozes de Thiaguinho e de Péricles podem ficar tranquilos que eles seguem em carreira solo.

Em 2012, o canal Multishow transmite o último show do grupo feito em Balneário Camboriú (SC). A apresentação é muito emocionante e vira CD, DVD e Blue Ray. A despedida oficial foi no programa Esquenta, da Rede Globo.
    Foto do Álbum