Delírios (Letra)
Compositor: inserir
Eu vejo as luzes que se destacam
Durante a noite pela cidade
Eu imagino você brilhando
Igual a elas no anoitecer

E eu distante dos teus carinhos
Morrendo aos poucos pela saudade
Que me tortura e me devora
Tirando as cores do meu viver

Quando amanhece o sol se abre
Secando as flores do meu jardim
O vento sopra fazendo rimas
Que até parece chorar por mim

Me faz lembrar as manhãs geladas
Que eu me aquecia no seu calor
Vem a saudade e me aborrece
Num turbilhão de tristeza e dor

Por Deus confesso que não aguento
Viver assim nesta solidão
Você pra mim é como uma estrela
Que dá o brilho na escuridão

Se for preciso dou minha vida
Para salvar o meu coração
Eu só não quero morrer sozinho
Curtindo as dores de uma paixão

Por Deus confesso que não aguento
Viver assim nesta solidão
Você pra mim é como uma estrela
Que dá o brilho na escuridão

Se for preciso dou minha vida
Para salvar o meu coração
Eu só não quero morrer sozinho
Curtindo as dores de uma paixão
Informações

da Música (Delírios)

Editar Informações

Comentários Delírios

  • Comentar
      Foto do Álbum