Che Storia E (Letra)
Compositor: Cheope (letra)
Que História É

Eu penso que, para viver
Nós queremos a verdade,
E não é tão fácil
Nesta sociedade,
Onde tudo é um limite
Que sufoca nossa liberdade
Mas que senso há?
Se tudo corre ilógico
morde e se vai (acontecimentos marcam, mas se vão)
Neste palco cênico
chamado Humanidade,
que subjuga a alma
Sem uma ilusão de piedade
Mas quem nos salvará?
Sonhos que eram vendados pelo lívido e as dificuldades
Apanhado dentro de nós
Nesta corrida infinita até agora
Ninguém mais ganhará
Neste modo, não vá
Que história é?
Que história é?
Grito de raiva e eu exijo por que...?
Nunca tem fim
Toda a dor que há
Que história é?
Mas a resposta...de onde é?

Não há nenhuma regra
Qualquer dignidade
O mal é um hábito
É a normalidade
Como as promessas que
Amanhã ninguém que mais manterá
Mas quem se salvará?
Trens na noite... na escuridão
Mas me fale posteriormente, onde vão
Estrelas de papel na frente de uma fogueira
E deter...não se é capaz
Eu digo que não
Que história é?
Que história é?
Grito de raiva e eu exijo de você por que
Nunca tem um fim
Este ódio inteiro que há
Como eu desejo
Que minha voz chegasse de você
Acima do limite
Onde não há nenhuma dor
Onde não há nenhuma dor
Que história...?
Que história é?
Mas uma resposta... de onde é Acima do limite
Onde não há nenhuma dor Acima do limite
Onde não há nenhuma dor.
Informações

da Música (Che Storia E)

Editar Informações

Comentários Che Storia E

  • Comentar

    Álbuns com a música: Che Storia E

    • Che Storia E - Le Cose Che Vivi - Edição Brasil
      Foto do Álbum