Editar Biografia

Biografia Lindomar Castilho

  • Nome completo:Lindomar Castilho
  • Nascimento: 21 de Janeiro de 1940, (80 anos)
  • Origem:Santa Helena De Goias, Goiás, Brasil
  • Começou há:57 anos em 1963
  • País:BrasilBrasil
Lindomar Castilho,cujo nome verdadeiro é Lindomar Cabral, (nascido em 21 de janeiro de 1940, Santa Helena de Goiás, (GO) é ex-cantor e instrumentista, sendo mais conhecido pela música-baião "Chamarada", pelos bem-humorados boleros "Você é doida demais" que ficou conhecido no Brasil inteiro graças a série da Rede Globo Os Normais e "Eu amo a sua mãe" e também pelo samba-canção bem lírico Tudo tem a Ver.
Seu último CD, Lindomar Castilho ao Vivo foi lançado pela Sony Music em 2000 no auge do fenômeno musical forró.
Lindomar também ficou conhecido pelo fato de ter assassinado a segunda esposa (a primeira faleceu em um acidente de trânsito), Eliane de Grammont. O crime ocorreu em 30 de março de 1981, quando Lindomar e Eliane já estavam separados havia um ano. Lindomar foi a uma bar em que Eliane se apresentava como cantora ao lado de Carlos Randal, primo do ex-marido de Eliane. Lindomar desferiu 5 tiros da platéia em direção ao palco, sendo que um deles matou Eliane. Randal ficou ferido. Lindomar foi condenado pelo assassinato de Eliane e permaneceu 7 anos na prisão.

Enquanto estava preso gravou um disco com o título "muralhas da solidão" na penitenciária goiana.
Lindomar construiu uma carreira de sucesso com os seus boleros e sambas-canções românticos. Um dos maiores vendedores de disco no Brasil da década de 70. Seu estilo influenciou toda uma geração de cantores. Seus discos eram lançados simultaneamente no Brasil e nos Estados Unidos.

O último CD gravado pelo cantor foi "Lindomar Castilho Ao Vivo", lançado pela Sony Music no ano 2000 no auge dos fenômenos musicais do brega e forró. Atualmente, retirado da vida musical, Lindomar vive sozinho em Goiás.
    Foto do Álbum