Editar Biografia

Biografia Maria Gadú

Voz macia com interpretação intensa. Assim é Maria Gadú no palco. A carreira meteórica da jovem cantora a levou ao estrelato em pouquíssimo tempo. Só para você ter ideia, em 2008, ela é apresentada ao diretor Jayme Monjardim que está produzindo a minissérie Maysa e ao escutar Maria cantando a sua versão mais suingada de “Ne me quitte pás” se apaixona. Ele coloca a cantora em cena e a música na trilha sonora. Logo em seguida ela assina contrato com uma gravadora e uma de suas músicas, “Shimbalaiê”, entra para a trilha da novela de grande sucesso Viver a Vida. Gadú estoura, a canção vira hit e é uma das mais tocadas no Brasil. Seu disco vende mais de 200 mil cópias e todo o seu talento lhe rende diversas parcerias de sucesso com Caetano Veloso e Milton Nascimento, um dueto com Alicia Keys, além de duas indicações ao Grammy Latino. Maria Gadú que nunca sonhou em ser famosa, gravar CD e se apresentar em programas de TV, agora desfruta do papel de ser uma das maiores cantoras da atualidade ao passear facilmente por samba, pop, rock, blues...

Talento reconhecido

Maria Gadú sempre foi apaixonada por música. Com 7 anos, ela já gravava fitas em casa para ver o que estava legal e o que precisava melhorar. Ela chegou a fazer algumas aulas de violão, mas logo parou por não ter paciência para ler partituras. O que ela gosta mesmo é de cantar. Aos 13 anos, já faz shows em festinhas e bares e, depois de uma temporada no estilo “mochilão” pela Europa para curar a depressão por ter perdido sua avó, ela se muda para o Rio de Janeiro.

Olha que fofura a cantora bebê
No Rio de Janeiro, ela segue se apresentando pelos bares da zona Sul e Barra da Tijuca, mas sua vida só muda totalmente quando é apresentada ao diretor global Jayme Monjardim.
Monjardim a escuta cantando “Ne Me Quitte Pas” e se apaixona pela voz da cantora
www.
Vídeo Youtube - VsluSypxq60

Ele a convida para participar da minissérie global Maysa - Quando Fala o Coração e isso faz com que ela assine com a gravadora Slap, da Som Livre.
Em 2009 mesmo, aos 22 anos, ela lança o seu primeiro CD “Maria Gadú”, que vende mais de 200 mil cópias. Além do megasucesso “Shimbalaiê”, estão neste disco, um cover da música "A História de Lilly Braun", de Chico Buarque, que também fez muito sucesso, “Dona Cila”, que ela compôs para a avó, "Tudo Diferente", “Laranja” e até “Baba, baby”, da Kelly Key, com uma pegada de blues.
Maria Gadu gravou até um clipe para homenagear a avó Cila
www.
Vídeo Youtube - nEjoPH2mLjw


Essa foi a capa do primeiro disco
A divulgação é feita no Cinemathèque (RJ) e passam por lá ninguém menos que Milton Nascimento e Caetano Veloso.
“Shimbalaiê ganha um clipe fofo com a praia como cenário, crianças e barquinhos. E “Dona Cila” também é homenageada com um comovente videoclipe retratando a relação de uma criança com a sua avó, que é vivida pela atriz Neusa Borges.
Veja agora o clipe e Shimbalaiê
www.
Vídeo Youtube - HH1fpTmU-lw

Em 2010 é a vez do CD duplo + DVD “Multishow Ao Vivo”, que é feito a partir de um show da cantora em São Paulo. No repertório estão canções inéditas em seus discos, como “Lanterna dos Afogados”, do Paralamas do Sucesso, “Trem das Onze”, de Adoniran Barbosa, “Quase sem Querer”, de Dado Villa-Lobos e Renato Russo, os sucessos de seu primeiro álbum, como “Shimbalaiê”, “Altar Particular”, “Linda Rosa” e “Tudo Diferente” e os cover de “Who Knew”, da cantora pop Pink e de “You Know I’m Good”, de Amy Winehouse.
Gadu canta “Filosofia” e Amy Winehouse
Vídeo Youtube - W1yzYiZj_rY


Essa é a capa do disco
No mesmo ano, a artista é indicada ao Grammy Latino nas categorias Melhor Artista Revelação e Melhor Álbum de cantor/compositor por “Maria Gadú”. O mesmo disco lhe rende o troféu de melhor álbum no Prêmio Multishow.

Maria Gadú e seu troféu no Prêmio Multishow

Maria Gadú segue na estrada da música

Em 2011 sai o CD, DVD e Blue Ray “Maria Gadú e Caetano Veloso – Multishow ao vivo” que é resultado de uma mini-turnê de seis shows de Maria e Caetano apenas com voz e violão. Nas 26 faixas estão “Sampa”, “O Leãozinho”, “Odara”, “Vaca Profana”, “Alegria Alegria”, “Rapte-me Camaleoa”, “Podres Poderes”, de Caetano e “Bela Flor”, “Encontro”, “Tudo Diferente”, “Dona Cila”, de Maria Gadú.


Caetano e Gadu no palco
E neste mesmo ano chega às lojas o segundo álbum da cantora “Mais uma Página” e os sucessos ficam por conta de “Estranho Natural”, “Axé Acappella" e “Linha Tênue” com Dani Black, “A Valsa” com o cantor português Marco Rodrigues, “Quem” com Lenine, “No Pé de Vento”, uma parceria dom Edu Krieger, “Oração ao Tempo”, de Caetano Veloso e “Amor de Índio”, de Beto Guedes.


Essa é a capa do disco
“Axé Accapella” vira videoclipe com apelo social ao mostrar a difícil realidade de diversos brasileiros no lixão.

Confira o clipe

Vídeo Youtube - NJyL045rLQQ


Em 2013, a gravadora coloca nas lojas o CD “Nós”, que é uma coletânea de duetos com músicas clássicas do MPB. Maria Gadú divide o microfone com Caetano Veloso em “Nosso Estranho Amor”, Gilberto Gil e Milton Nascimento em “Lamento Sertanejo”, Chitãozinho & Xororó em “No Rancho Fundo”, Ana Carolina em “Mais Que a Mim”, Sandra de Sá em “Demônio Colorido”, Jota Quest em “Mais uma Vez” Ivan Lins em “Quem me Dera”, além de Jay Vaquer em “Do Nada, Me Jogaram aos Leões" e Tiago Iorc em "Música Inédita". Também tem as parcerias internacionais, Jesse Harris na canção "I Know It Won't Be Long" e Eagle-Eye Cherry em "Alone".
Confira Maria Gadu cantando com Sandra de Sá
www.
Vídeo Youtube - ZZRWmcV2nyE

Em junho de 2014, Maria Gadú participa de dois concertos em Portugal, nos coliseus de Lisboa e Porto, e tem a casa cheia. Ela canta os seus maiores sucessos.

Gadú arrasa em seus shows em Portugal


Em 2015, ela lança "Guelã" com muitas músicas inéditas e autorais, como "Obloco", primeiro single a ser trabalhado, “Suspiro”, “Ela”, “Semi-Voz” e “Sakédu”. Segundo a cantora o CD tem MPB com um toque africano.

A capa do disco fica demais


Grandes duetos

Além do CD “Nós” que é inteirinho de duetos da cantora com feras da música, ela também fez algumas outras parcerias. Em 2010, ela participa do show do cantor sueco-americano Eagle-Eye Cherry que é registrado para virar DVD, do CD e DVD "N9ve", da cantora Ana Carolina cantando a canção "Mais Que a Mim” e do álbum Xuxa Só Para Baixinhos 10, da apresentadora da Xuxa, cantando a música "O Leãozinho", de Caetano Veloso.

Maria Gadu e Xuxa: inesquecível
Vídeo Youtube - oObhTqOGOHw


No Rock in Rio, Maria divide o palco com cantora norte-americana Alicia Keys e pega o público de surpresa. A apresentação é um sucesso. As duas se conheceram em Orlando, após um amigo de Alicia ver um show de Maria e levar um CD para ela. Ela curte e convida a cantora brasileira para participar do show dela no Blackberry Live 2013, em Orlando (EUA) e depois elas repetem a dobradinha no Rio de Janeiro.
Maria Gadu arrasando no Rock in Rio com Alicia Keys
www.
Vídeo Youtube - Utcafq7w4yE

Na mesma noite do Rock in Rio, Maria participa de uma homenagem ao cantor Cazuza. Paulo Miklos, Bebel Gilberto, Rogério Flausino, do Jota Quest, Ney Matogrosso e Frejat cantam as músicas do cantor e levam à plateia à loucura.
Em 2011, a cantora também marca presença no show de gravação do DVD de Chitãozinho e Xororó. O evento que é em comemoração aos 40 anos de carreira da dupla é realizado na Sala São Paulo (SP) e conta com a participação da Orquestra Sinfônica Bachiana, do maestro João Carlos Martins.

Maria também faz uma parecia com o cantor e compositor Jay Vaquer no álbum “Umbigobunker!?”, ao cantar a música "Do Nada, me Jogaram aos Leões".

A estrela passando o som com Jay Vaquer
Vídeo Youtube - lvp-6aD-g3U


Rainha das trilhas sonoras

Amiga de diversos famosos, como Dani Suzuki, Dado Dolabella, Preta Gil, Emanuelle Araújo... Maria Gadú também é a queridinha quando se trata de participações em trilhas sonoras de novelas, minisséries e até filmes.

Maria Gadu e alguns de seus amigos



Alguns exemplos de músicas em trilhas são: "Rapte-me Camaleoa", de Caetano Veloso, entra no remake da novela Ti ti ti, "Quase sem querer", do Legião Urbana, no filme Desenrola e em Malhação temporada 2014, “Oração ao Tempo”, na novela A Vida da Gente, “Sonhos Roubados” no filme que leva o mesmo nome, “Em Paz” entra na novela Flor do Caribe, “Linda Rosa” na novela Cama de Gato, “Stone Walls” Maria Gadú fez para o filme O Tempo e o Vento, “Shimbalaiê” entra em Viver a Vida, “Lanterna dos Afogados" em Malhação (20ª temporada), “A História De Lily Braun" na minissérie Cinquentinha, “Ne me quitte pás” nas minisséries Cinquetinha e Maysa, “Estranho Natural” na novela Cheias de Charme, “Lounge” faz parte da série A vida alheia, “Bela Flor” é selecionada para a novela Cordel Encantado, “Dona Cila” vai direto para a séria Clandestinos – O sonho Começou, “Linha Tênue" entra em Amor Eterno Amor e “Like a Rose” vai paraa novela Sete Vidas.

Relembre “Em Paz”
Vídeo Youtube - CHhVs4Jd4aM


E por falar em televisão, Maria participou do programa musical The Voice Brasil, da Rede Globo, como ajudante da cantora Claudia Leitte na fase das batalhas e se saiu muito bem.

Maria arrasando no look no The Voice


Por trás do microfone

Maria Gadú na verdade se chama Mayra Corrêa Aygadoux. Ela nasceu em São Paulo, em 4 de dezembro de 1986 e em entrevista a uma publicação disse que tem quatro irmãos de criação e um meio-irmão, que é filho de seu pai biológico. Dois são filhos de sua madrinha que ela considera como irmão e dois são filhos de um homem chamado Marc Aygadoux, que ela conheceu em um trabalho quando era criança e considera como seu pai, embora ele nunca tenha namorado sua mãe.
Desde os 13 anos ela se apresenta pelos bares da cidade. Ela conta que sua mãe é uma de suas maiores incentivadoras. Elas iam juntas a casas de música ao vivo e a mãe pedia para a filha cantar alguma coisa no final. Mesmo com vergonha, ela encarava o desafio. Maria foi pegando confiança e passou a se apresentar em barzinhos.


Maria Gadu com sua mãe, Sônia

Viva o amor

Quanto a sua vida amorosa, embora Maria Gadú não goste de falar, ela também não se esconde. A cantora revela que a primeira vez que beijou uma mulher foi aos 15 anos e aí se deu conta de que gosta de pessoas, independente do sexo. Gadú então já namorou homens e mulher, mas desde 2013 está casada com a belíssima produtora Lua Leça. Elas assinaram um acordo de união estável e fizeram uma cerimônia para celebrar. As duas vivem fazendo declarações de amor nas redes sociais.


Gadu e sua musa Lua

Algumas curiosidades

* Maria tem um grupo chamado Varandistas. Eles se se reúnem para tocar, escrever e falar bobagem, mas eles não são uma banda.
* Ela tem várias tatuagens pelo corpo, como por exemplo, a frase "made in Brazil" escrita em sua nuca e a primeira estrofe de "O Quereres", de Caetano Veloso, na panturrilha direita, no braço tem a frease “Look Around You”, entre outras.



* Ela adora dar festas em sua casa. Em um site de famosos saiu uma nota dizendo que os vizinhos estavam até fazendo um abaixo-assinado para despejar a cantora. É que a algazarra é grande e as festas acontecem a qualquer dia.
    Foto do Álbum