Andorinha (Letra)
Compositor: inserir
De cara quando eu vi você
Fiquei meio assim sem entender
Teu jeito rebelde eu pude perceber
Me pareceu meio assustada
Assim como estouro da boiada
Mas a doçura não deu pra esconder
E eu tive certeza aquela hora
De não te deixar mais ir embora
Eu tinha um cantinho pra você ficar
Alguma coisa gritou no peito
Pra que eu me virasse e desse um jeito
E assim no momento certo te laçar

Andorinha, busquei te buscar
Passaria a vida a te amar

Às vezes chegava meio aflito
Tentava abafar no peito o grito
Você se escondia pra não me encontrar
E nem dava a chance de eu chegar
Olhar nos teus olhos e mostrar
O tanto de amor que eu tinha pra te dar
E quando eu olhei pro teu clarão
Queria na fúria da paixão
Guardar no teu peito a minha solidão

Pedi tua luz pra me guiar
Como cego de amor te acompanhar
Nas tuas mãos meu destino entregar

E eu sabia, sabiá, meu peito era feito pra te abrigar
E hoje pousada no meu peito
Teus olhos brilham do mesmo jeito
Parece que a lua mora em teu olhar
E a luz que ilumina uma cidade
Luz de ternura e de bondade
Que só me dá saudade de lembrar
Me lembro a primeira vez, morena
Teu lindo olhar valia a pena
Corri o mundo todo pra encontrar
Era um raio de luz divino
Eu cometi o desatino
De permitir um raio me cegar

Andorinha, sabiá
Meu corpo é teu porto a te esperar

Traz teu sorriso e a alma
A paz e a calma pra me acarinhar
Sem você, sem carinho
Sou um passarinho fugido do ninho
Com medo de amar
Em nosso altar, nosso cantinho
Desvenda o caminho
Me chama a pousar
É sede o que eu sinto
Que brota em você
A única fonte onde eu quero beber

Informações

da Música (Andorinha)

Editar Informações

Comentários Andorinha

  • Comentar

    Álbuns com a música: Andorinha

    • Andorinha - Cabocla 1ª vers
      Foto do Álbum