Mágoas da Vida (Letra)
Compositores: Peão Carreiro, Karina
Se esta vida não fosse a vida
Que o malvado destino oferece
Estaria em seus braços, querida
Toda hora que você quisesse

Mas não posso, meu querido bem
Todo dia encontrar com você
Pois a amo escondido de alguém
Que me ama e não pode saber

Na rotina do amor clandestino
Todo mundo padece assim
E por isso a dor de cotovelo
Nesta vida não tem mais fim

Quero ser seu eterno escravo
Porque sou sua eterna paixão
Você é minha flor escolhida
E duvido que alguém consiga
Me expulsar do seu coração

Na rotina do amor clandestino
Todo mundo padece assim
E por isso a dor de cotovelo
Nesta vida não tem mais fim

Quero ser seu eterno escravo
Porque sou sua eterna paixão
Você é minha flor escolhida
E duvido que alguém consiga
Me expulsar do seu coração
Informações

da Música (Mágoas da Vida)

Editar Informações

Comentários Mágoas da Vida

  • Comentar
      Foto do Álbum