O Filho da Roça (Letra)
Compositor: Peão Carreiro
Saudade me traz a lembrança
Da minha infância que longe ficou
Eu fui um menino da roça
Em uma palhoça meu pai me criou

Bem cedo eu me despertava
Da cama eu pulava com grande desejo
De ver o raiar da aurora
A deusa senhora do bom sertanejo

Assim fui vivendo e crescendo
E um dia sonhei com a vaidade
Deixei a humilde palhoça
E a vida da roça e mudei pra cidade

Aonde ninguém admira
Um pobre caipira que não estudou
Passei uma vida de cão
Comendo do pão que o diabo amassou

Se eu pudesse o tempo mudar
Eu iria voltar à infância de novo
Pra viver uma vida inteirinha
Naquela casinha adorando o meu povo

Assim fui vivendo e crescendo
E um dia sonhei com a vaidade
Deixei a humilde palhoça
E a vida da roça e mudei pra cidade

Aonde ninguém admira
Um pobre caipira que não estudou
Passei uma vida de cão
Comendo do pão que o diabo amassou

Se eu pudesse o tempo mudar
Eu iria voltar à infância de novo
Pra viver uma vida inteirinha
Naquela casinha adorando o meu povo
Informações

da Música (O Filho da Roça)

Editar Informações

Comentários O Filho da Roça

  • Comentar
      Foto do Álbum