Serenata (Letra)
Compositores: Praense, Ado
Era mais de meia-noite
Eu ainda sem dormir
Fazer outra serenata
Para alguém eu resolvi

Esse alguém que estou dizendo
É a mulher que eu amo
O meu amor em segredo
Que nasceu há mais de um ano

Cantando em serenata
Eu escondo o meu desgosto
Por saber que quem eu amo
Dorme nos braços de outro

Através de idioma
Criado por mim e ela
Eu digo, acorda meu bem
E vem abrir a janela

Eu gosto profundamente
Desse amor que já tem dono
E esse amor muitas vezes
Já me fez perder o sono

Ela vive em outros braços
Mas não tem felicidade
Com o pensamento em mim
Também chora de saudade

Cantando em serenata
Eu escondo o meu desgosto
Por saber que quem eu amo
Dorme nos braços de outro

Através de idioma
Criado por mim e ela
Eu digo, acorda meu bem
E vem abrir a janela
Informações

da Música (Serenata)

Editar Informações

Comentários Serenata

  • Comentar
      Foto do Álbum