Festa de Bravos (Letra)
Compositores: Peão Carreiro, Zé Paulo
Sou um peão de rodeio
Amante da brutalidade
Não tenho paixão recolhida
Nessa vida me criei sem saudade

Minhas esporas felinas
Atacam sem ter piedade
É fera engolindo fera
Na grande rivalidade
Aonde tem festa de bravos
Valente não passa vontade

Sou, sou
Sou um peão de rodeio
Sou, sou
Sou um peão de rodeio

Gosto da vida que levo
O destino é o caminho da sorte
Montando em cavalo selvagem
A coragem me deixa mais forte

Vai começar o rodeio
O locutor anuncia
Abre a porteira e solta
Pra minha maior alegria
Ouço a plateia gritando
É a melhor montaria

Sou, sou
Sou um peão de rodeio
Sou, sou
Sou um peão de rodeio

('Alô cowboys de todo o Brasil
Essa é a festa de bravos, a festa mais bonita do mundo
Onde vem a rapaziada mais apaixonada e arrojada do rodeio brasileiro
Um abraço a todas as companhias, narradores e presidente de festa
Começa agora a festa de bravos onde o filho chora e a mãe não vê
Tem cavaleiro pronto, a porteira abre
Vai com Deus e Nossa Senhora, menino!
Espora alta arrepiando o pêlo do potro
Coisa louca, linda, sensacional!!
Segura peão!”)
Informações

da Música (Festa de Bravos)

Editar Informações

Comentários Festa de Bravos

  • Comentar
      Foto do Álbum