Virginiano (Letra)
Compositor: Peão Carreiro
Eu nasci no dia seis
Setembro foi o mês
Só não vou dizer o ano
Sem paizão e sem paizinho
Aprendi andar sozinho
Coisa de virginiano

Muito cedo na estrada
Virei saco de pancada
Foi a primeira lição
Eu chutei pedra na rua
Dei cabeçada na lua
Fui Joaquim, José e João

Já chorei por um centavo
Fui senhor e fui escravo
Fui abelha e fui o mel
Só não pude ser criança
Pra brincar e ter infância
E receber Papai Noel

Assim quis o meu destino
Eu sou um velho menino
A idade é minha glória
Porque o mundo nos ensina
Que a vida só termina
Pra quem não tiver história

Fiz da vida uma criança
Dos meus sonhos a esperança
Fiz meu mundo como sou
Longos anos de viagem
É o peso da bagagem
Que o tempo acumulou

Com virtudes e defeitos
Eu tenho quase perfeito
Um coração virginiano
Com a vida estou de bem
Sou igual Matusalém
Que viveu quase mil anos
Informações

da Música (Virginiano)

Editar Informações

Comentários Virginiano

  • Comentar
      Foto do Álbum