Minha História (Letra)
Compositores: Solevante, Soleny, Nhozinho
Saí de casa
Eu ainda era criança
Sempre tinha uma esperança
De um dia ter vitória

A minha mala
Era um saco de linhagem
Uma coberta e uma passagem
Saí pelo mundo a fora

Por muitas vezes
Eu almoçava e não jantava
Porque ninguém confiava
Para mim nenhum vintém

Mesmo sofrendo
A jornada eu prossegui
Na esperança que um dia
Eu viesse a ser alguém

E quando alguém
Me tratava com rancor
Eu respondia com amor
Para não ter confusão

Não era medo
Nem tão pouco covardia
É porque eu não sabia
Maltratar os meus irmãos

Assim o tempo
Foi passando lentamente
Foi surgindo de repente
Muitas flores em meu caminho

Eu pressenti
Que Deus fazia meu pedido
Seu manto estava estendido
Perfumado sobre mim

Agora estou
No paraíso cheio de glória
Contente com a vitória
Que eu lutando alcancei

A minha casa
É sempre cheia de amigos
E os falsos inimigos
Devagar eu afastei

Muito obrigado
A vocês radialistas
Que no meu ponto de vista
Muito nos ajudou

Muito obrigado
A vocês discotecários
Que nossos discos compraram
E para o povo esparramou
Informações

da Música (Minha História)

Editar Informações

Comentários Minha História

  • Comentar
      Foto do Álbum