Editar Biografia

Biografia Spandau Ballet

Islington / Começou há 42 anos em 1979
Terminou há 31 anos em 1990
Spandau Ballet é uma banda inglesa dos anos 80. Inicialmente inspirada por uma mistura de funk e synthpop, o grupo eventualmente moveria-se em direção ao pop. Assim como seus rivais Duran Duran, eles conseguiram “estourar” na América, embora brevemente.

O guitarrista e compositor Gary Kemp e seu irmão, o baixista Martin Kemp formaram a banda em 1979, com o baterista John Keeble, o vocalista Tony Hadley e Steve Norman, que a princípio tocava guitarra mas que posteriormente passou para o saxofone quando a banda mudou seu estilo musical.

A banda era inicialmente chamada “The Makers”, mas mudou de nome depois de uma visita a Berlim; a inspiração veio de uma pichação que um de seus roadies viu na cidade.1 A banda começou a tocar e a repercutir em Londres como a banda da casa da boate Blitz, que seria creditada como o local de surgimento de um novo estilo musical dos anos 80, chamado New Romantic.

A banda eventualmente assinou com a Island Records. Depois de se afastar do movimento New Romantic, eles passaram a soar mais pop, alcançando o sucesso com o álbum True, de 1983. No final de 1984, o Spandau participou da Band Aid, com Hadley ganhando destaque nos vocais; no ano seguinte eles tocariam no Wembley Stadium em Londres no final do Live Aid.

O grupo finalmente se separaria depois do fracasso de Heart Like a Sky, em 1989. Os irmãos Kemp seguiram carreira de ator, enquanto o restante dos integrantes tentavam processá-los para obter uma participação no recebimento dos direitos das canções do Spandau Ballet, não conseguindo um acordo.2 3 4

Os três passaram então a viajar em turnê, mas como os direitos do nome da banda também eram de Gary Kemp, eles tiveram de se apresentar com a sofrível denominação de “Hadley, Keeble e Norman, ex-Spandau Ballet”.

Ex-integrantes: Spandau Ballet

Inserir/Editar
      Foto do Álbum