Invento (Letra)
Compositor: inserir
Vento
Quem vem das esquinas
E ruas vazias
De um céu interior<

Alma
De flores quebradas
Cortinas rasgadas
Papéis sem valor<

Vento
Que varre os segundos
Prum canto do mundo
Que fundo nao tem<

Leva
Um beijo perdido
Um verso bandido
Um sonho refém<

Que eu não possa ler, nem desejar
Que eu não possa imaginar<

Oh, vento que vem
Pode passar
Inventa fora de mim
Outro lugar<

Vento
Que dança nas praças
Que quebra as vidraças
Do interior<

Alma
Que arrasta correntes
Que força as batentes
Que zomba da dor<

Vento
Que joga na mala
Os móveis da sala
E a sala também<

Leva
Um beijo bandido
Um verso perdido
Um sonho refém<

Que eu não possa ler, nem desejar
Que eu não possa imaginar<

Oh, vento que vem
Pode passar
Inventa fora de mim
Outro lugar
Informações

da Música (Invento)

Editar Informações

Comentários Invento

  • Comentar
      Foto do Álbum