O Asilo (Letra)
Compositor: inserir
Eu visitei um asilo
E levei alguns presente
Muito embora eu não tenho
Lá dentro nenhum parente

Tem velhinho com saúde
E outros muito doente
Tem alguns que já nem vê
Nem um palmo a sua frente
Dou até minha camisa
Ajudar a quem precisa
Faz bem pra alma da gente

Lá eu vi uma velhinha
Que já foi botão de flor
Foi menina e foi mocinha
Foi mamãe com muito amor

Vive lá desiludida
Deste mundo enganador
Desprezada pelos filhos
Como quem não tem valor
O desprezo traz desgosto
E eu vi naquele rosto
A imagem da própria dor

Nossos velhinhos não querem
Que deles tenham piedade
O dinheiro, minha gente
Nunca fez felicidade

A velhice mais precisa
Do calor da humanidade
Visitar de vez em quando
Já é grande caridade
Meus senhores e senhoras
Eu vou lá e passo horas
Conversando com a saudade

E você que é tão jovem
Não sabe o que é viver só
Tem saúde e tem força
Tem de tudo a seu redor

Vá visitar o asilo
Mas não vai chorar de dó
Leve um pouco de carinho
Pro vovô e pra vovó
Acreditem, meus meninos
Sabe lá se o destino
Pra nós não será pior
Informações

da Música (O Asilo)

Editar Informações

Comentários O Asilo

  • Comentar
      Foto do Álbum