Retrato Do Meu Sertão (Letra)
Compositor: Joaquim Moreira
Vou voltar pro meu sertão
Para não morrer aos poucos
Quero ouvir seriema
E o latido do Pitoco
Até mesmo o corujão
Cnta em cima do toco

Quero ver dois violeiro
Junto com os catireiros
Sapateando no terreiro
No meu rancho de caboclo

Quero ouvir as tardezinha
A perdiz e o jaó
Piando na capoeira
O chitã e o chororó
Quero ver bandos de uru
E o gemido do socó

Quero ver boi viajando
O berrante repicando
A poeira levantando
Formando nuvens de pó

Quero ver as verdes matas
E a florada das paineiras
Ver as águas cristalinas
Rolando lá na pedreira
O batido do monjolo
E o rangido da porteira

Quero ver de pé no chão
As caboclas no sertão
Festejando São João
E atravessar suas fogueiras

Quero ver cantar na roça
Nas tardes de mutirão
A bonita cana-verde
E a quadrilha e o vilão
Quero ver tirar da mata
A escora do carretão

Quero ver peão domando
E burro xucro corcoveando
E Sinhá Rita tecer pano
E fazer roupa de algodão

Quero ver Sinhá Joana
Tirar leite e fazer queijo
Quero ver torrar farinha
No sistema sertanejo
Tomar leite na mangueira
Pra matar o meu desejo

Quero ver mais outras vez
Os foliões de Santo Reis
Festejando o dia seis
Coisas que aqui não vejo
Informações

da Música (Retrato Do Meu Sertão)

Editar Informações

Comentários Retrato Do Meu Sertão

  • Comentar
      Foto do Álbum