Abra a Porta Mariquinha (Letra)
Compositores: Zé Batuta, Quintino Elizeu
('Abra a porta, Mariquinha”)

Eu não abro não
Você vem da pagodeira
Vai curar sua canseira
Bem longe do meu colchão

('Mariquinha, abra a porta”)

Eu não abro não
Você vem da pagodeira
Vai curar sua canseira
Bem longe do meu colchão

Oh! Mariquinha, abre a porta e não reclama
Mostra que você me ama que eu não quero discussão
Você queria que seu bem fosse bocó
Pra te levar no forró e depois ficar na mão

('Mariquinha, abra a porta”)

Eu não abro não
Você vem da pagodeira
Vai curar sua canseira
Bem longe do meu colchão

Gosta de festa, por que não ficou por lá?
Você não quis me levar, mas eu sei porque razão
Vai no forró beliscar mulher alheia
Quando volta me tapeia só pedindo o meu perdão

('Mariquinha, abra a porta, eu tô sofrendo”)

Eu não abro não
Você vem da pagodeira
Vai curar sua canseira
Bem longe do meu colchão

Oh! Mariquinha, não levei você comigo
Tive medo do perigo dos malvado gavião
Eu fui na festa, mas agora tô de volta
Venha já abrir a porta que eu não durmo fora não

('Mariquinha, tô no sereno, abra a porta”|)

Eu não abro não
Você vem da pagodeira
Vai curar sua canseira
Bem longe do meu colchão

Eu já falei que não vou abrir a porta
E peço que você volta sem fazer alteração
Se eu abrir já sei o que vou fazê
Você vai ter que gemê é no pau de macarrão

('Mariquinha, tô no sereno
Abra a porta, Mariquinha”)

Eu não abro não
Você vem da pagodeira
Vai curar sua canseira
Bem longe do meu colchão
Informações

da Música (Abra a Porta Mariquinha)

Editar Informações

Comentários Abra a Porta Mariquinha

  • Comentar
      Foto do Álbum