Coisas Do Amor (Letra)
Compositor: Zé Do Rancho
Minha garota estava mal comigo
Fiquei por castigo sem falar com ela
E pra lhe ver procurava passar
Na rua assobiar defronte a casa dela

Ela que é bastante geniosa
Muito caprichosa fugia de mim
Até que um dia ela não suportou
E uma carta mandou e me dizia assim
Até que um dia ela não suportou
E uma carta mandou e me dizia assim

Venho notando seu procedimento
De passar o tempo é sua intenção
Se com meu pai você não vir falar
Eu vou modificar esta situação

Eu vou voltar a praça da matriz
E junto ao chafariz com outros conversar
Se você pensa que eu sou leviana
Você se engana, eu vou lhe provar

Domingo eu fui, por curiosidade
Ver se era verdade o que ela me escreveu
Eu fui a praça mas bem disfarçado
Andei ao seu lado e ela não percebeu

Ver a tristeza que vi no seu rosto
De que o seu desgosto era igual ao meu
Eu fiz as pazes com o meu benzinho
Saímos juntinhos, feliz ela e eu
Eu fiz as pazes com o meu benzinho
Saímos juntinhos, feliz ela e eu

E nunca mais nós iremos brigar
Vamos amar que é bem melhor assim
Vamos unir nosso amor na capela
Não vivo sem ela
Ele nasceu pra mim
Vamos unir nosso amor na capela
Não vivo sem ela
Ele nasceu pra mim
Nasceu pra mim
Nasceu pra mim
Nasceu pra mim
Informações

da Música (Coisas Do Amor)

Editar Informações

Comentários Coisas Do Amor

  • Comentar
      Foto do Álbum