Mamoeiro Do Quintal (Letra)
Compositor: Zé Do Rancho
('- Vamo cantá pro cêis, Mamoeiro do Quintá
- Vamo lá!”)

Lá no bairro adonde eu moro no fundo do meu quintá
Um pezinho de mamão nasceu sem ninguém plantá
Foi crescendo e dando fruto que deu mesmo que falá
Nunca vi na minha vida coisa mais originá

Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande

A fazenda de um amigo fui um dia visitá
Lá eu vi uma vaquinha que me fez admirá
Pois dava leite por duas ano inteiro sem pará
A vaquinha até parece o mamoeiro do quintá

Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande

A formiga tanajura que também se chama içá
É fininha de cintura, mas o resto é pra sobrá
Quem conhece essa formiga já me vieram falá
Que ela deve ser da terra do mamoeiro do quintá

Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande

No jardim lá donde eu moro foi um dia passeá
As mocinha que passava vorteando de lá pra cá
Me fizeram de repente não sei como recordá
Meu pezinho de mamão lá do fundo do quinta

Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Tão pequeninho dos mamão tão grande
Informações

da Música (Mamoeiro Do Quintal)

Editar Informações

Comentários Mamoeiro Do Quintal

  • Comentar
      Foto do Álbum