Meu Vizinho Sabiá (Letra)
De madrugada bem pertinho de onde eu moro
Numa paineira canta triste um sabiá
E teu com seu canto eu também lamento e choro
Você nem sabem quanta tristeza me dá

E o passarinho me comove de tal jeito
Quem sabe ele vive a mesma solidão
Quem sabe mora uma saudade no seu peito
Talvez a mesma que me dói no coração

Quando anoitece ao sentir-me tão sozinho
Eu também canto pra esconder a minha mágoa
Talvez aquele sabiá que é meu vizinho
Vive cantando com os olhos rasos d'água

Amanhã cedo quando ele estiver cantando
Com muito jeito vou a ele perguntar
Se canta triste só porque me vê chorando
Ou se ele chora porque me ouve cantar

Quando anoitece ao sentir-me tão sozinho
Eu também canto pra esconder a minha mágoa
Talvez aquele sabiá que é meu vizinho
Vive cantando com os olhos rasos d'água

Amanhã cedo quando ele estiver cantando
Com muito jeito vou a ele perguntar
Se canta triste só porque me vê chorando
Ou se ele chora porque me ouve cantar
Ou se ele chora porque me ouve cantar
Informações

da Música (Meu Vizinho Sabiá)

Editar Informações

Comentários Meu Vizinho Sabiá

  • Comentar
      Foto do Álbum