Mudança (Letra)
(Carro de boi
Que vai gemendo pela estrada
Vai levando amontoada
A mudança do Nhô Zé
A mudança do Nhô Zé

E o coitado
Que ficou abandonado
Vai-se embora amargurado
Pra onde Deus quis é)

No carro vai
Uma espingarda e a viola
Também vai uma gaiola
E um bule de café

Uma trouxinha
Com a roupa amarrotada
A bacia enferrujada
Onde o Jeca lava o pé

E também leva
A panela e o colchão
Leva um pote e o pilão
E um banquinho de três pé

E leva o amigo
Um cachorro rabicó
A galinha carijó
E um galinho garnizé

('Fato verídico acontecido numa cidade do interior de São Paulo, envolvendo um caboclo que saiu de mudança em virtude do falecimento de sua mulher. E focaliza a vida desse homem simples, mudando pra esquecer de tudo e que ingenuamente leva em sua mudança objetos e coisas que manterão viva em sua mente a imagem daquela que foi o seu grande amor
Assim foi a mudança do Nhô Zé”)

E o Jeca leva
Nos seus braços com cuidado
A imagem do adorado
Do querido São José

E palma benta
Pra espantá os temporá
Uma vara de pescá
Os prato e as cuié

(Carro de boi
Que vai gemendo pela estrada
Tanta coisa vai levando
Pra onde Deus quisé
Pra onde Deus quisé

Carrega o peso
De uma dor de amor desfeito
Que Nhô Zé leva no peito
Pois ficou sem a muié
Pois ficou sem a muié
Pois ficou sem a muié)
Informações

da Música (Mudança)

Editar Informações

Comentários Mudança

  • Comentar
      Foto do Álbum