a Sogra (Letra)
Compositor: inserir
O salário de fome que ganho
Mal dá pro feijão com arroz
Vivemos numa quitinete
Que cabe somente nós dois
É por essas e outras que eu não adimito que ela more com a gente
Adoro minha sogra porém quero vê-la bem longe sorrindo e contente
É por essas e outras que eu não adimito que ela more com a gente
A velha é danada pois tudo que vê dá com a língua nos dentes
Tem o dom de fofocar
Só ela sabe o que diz
No lugar onde não é chamada mete o nariz
Fala mal do lixeiro, carteiro, padeiro
Quer dinheiro, só vem me pedir
Se ela entrar naquela porta pela outra vou sair, eu vou sair
Não insista, óh meu bem, não dá
Esse papo já me aborreceu
É contigo mesmo então você decide, ou ela ou eu
É por essas e outras que eu não admito que ela more com a gente
Adoro minha sogra porém quero vê-la bem longe da gente
(Vou comprar uma casa pra ela lá na Bósnia)

Informações

da Música (a Sogra)

Editar Informações

Comentários a Sogra

  • Comentar
      Foto do Álbum